Tamanho do texto

Técnico do Corinthians defende atacante das críticas de falta de competitividade e demonstra confiança de que ele vá finalmente engrenar

Alexandre Pato, atacante do Corinthians
Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians
Alexandre Pato, atacante do Corinthians

Alexandre Pato será titular do Corinthians contra o Vitória no domingo porque Guerrero estará a serviço da seleção peruana. Tite defendeu o atacante das tradicionais críticas de falta de competitividade e demonstrou confiança de que ele vá finalmente engrenar.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

"Ele está em um estágio final de preparação. Ele está melhorando e vai ser competitivo, sim. O grupo vai ajudar, vai emprestar isso a ele. É característica do atleta que joga no Corinthians, além da qualidade, a competitividade: sujar o calção, arrastar a bunda no chão", disse Tite.

Tite lembrou que outros jogadores, que acabaram fazendo sucesso no clube, também passaram por um período de adaptação. E disse estar observando no dia a dia que Pato está chegando ao ponto em que conseguirá se ajustar às necessidades da agremiação do Parque São Jorge.

"Vejo a resposta nos trabalhos, o envolvimento que está tendo. Ele não teve uma sequência no ano passado (no Milan), e a gente não estala o dedo para que as coisas aconteçam. O Guerrero passou por esse processo, lembram? O Emerson não passou por isso? Com Romarinho, Douglas, Alex, foi a mesma coisa."

O técnico não negou que Pato esteja demorando mais, mas ligou diretamente o tempo às dificuldades físicas do jogador nos últimos anos. Questionado especificamente sobre a confusão que acabou com atletas expulsos dos dois times no clássico contra o Santos -- com um Pato alheio à briga, distante, amarrando caprichosamente as chuteiras, o gaúcho perdeu a paciência.

Depois de colocar as mãos no rosto e respirar fundo, enfim respondeu. "Deixa eu te fazer uma pergunta: tu achas que não é justo o cara amarrar a chuteira? Essa pergunta é feita, o torcedor vai pensar: ‘Esse cara não está nem aí para o companheiro’. Não é assim. Ele precisa melhorar no aspecto da competitividade e vai melhorar."

Tite só não prometeu uma vaga na equipe ao camisa 7, mas concluiu seu raciocínio jogando fichas em seu sucesso em preto e branco. "O menino trabalha para caramba. Vai se moldar, vai se identificar com o time, vai acrescentar. Ele vai dar a sua parcela de contribuição já no domingo", apostou.

*Com Gazeta

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.