Tamanho do texto

Contratado em março de 2012 pelo até então presidente Arnaldo Tirone, Wesley recebe cerca de R$ 350 mil mensais e tem um dos maiores salários do elenco

Wesley pode ir para o Atlético-MG
Gazeta Press
Wesley pode ir para o Atlético-MG

O presidente Paulo Nobre se pronunciou nesta quinta-feira sobre a possível saída de Wesley do Palmeiras. Apesar de não dar pistas sobre a negociação com o Atlético-MG, o dirigente alviverde não descartou a saída do volante para o campeão da Libertadores e disse que a situação financeira do clube pode pesar na decisão.

Wesley não ouve Atlético-MG e deseja ficar no Palmeiras, mas "futuro é de Deus"

"A parte financeira sempre conta, não só para o Wesley. A política salarial do Palmeiras é muito responsável e herdamos alguns salários da diretoria passada que fogem um pouco da nossa atual política e nós tentamos sempre equacionar. Os salários estão entre os maiores gastos, tem que levar isso muito a sério", disse Paulo Nobre em entrevista à rádio CBN .

Contratado em março de 2012 pelo até então presidente Arnaldo Tirone, Wesley recebe cerca de R$ 350 mil mensais e tem um dos maiores salários do elenco do Palmeiras. O Atlético-MG tem o interesse na contratação do jogador por empréstimo visando o Mundial de Clubes da Fifa do final do ano, o que levaria o Verdão de enxugar os gastos com o futebol.

"(A negociação) pode ser estudada , por que não? Pode ser uma venda, um empréstimo. Há uma gama de opções em uma negociação como esta", afirma Nobre. "Não existe elenco fechado, nenhum jogador é inegociável. Se aparecer boa proposta para clube e jogador, não há porque não acontecer. Se der para trazer algum jogador importante, vamos trazê-lo ", conclui.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.