Tamanho do texto

Treinador do Fluminense, um dos responsáveis por sua saída no Flamengo, mostra um outro comportamente desde que chegou ao clube mineiro

Vanderlei Luxemburgo elogiou a postura de Ronaldinho Gaúcho no Atlético-MG
Photocamera
Vanderlei Luxemburgo elogiou a postura de Ronaldinho Gaúcho no Atlético-MG

Em entrevista concedida ao canal por assinatura Sportv, nesta sexta-feira, o técnico Vanderlei Luxemburgo, atualmente no Fluminense , voltou a dizer que Ronaldinho Gaúcho foi o pivô de sua saída do Flamengo . O treinador acredita que a postura do jogador, um dos responsáveis por levar o Atlético-MG à conquista do inédito título da Copa Libertadores, mudou em Minas.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

"Com certeza, o Ronaldinho mudou. E o clube também mudou com ele. O Flamengo não cumpriu com o Ronaldo o combinado. Isso gera um desconforto, ele tinha razão. Se você não paga, como quer exigir algo? Mas (ele) não pode ter tanta liberdade", disse o treinador.

Veja também: Próximos jogos entre Flamengo e Fluminense terão taça de patrocinador

Luxemburgo também comentou as dificuldades que o atual cenário do futebol brasileiro impõem a um treinador. "Está muito difícil de trabalhar. Com a Lei Pelé, o técnico ficou muito vulnerável. O jogador tem muita proteção, tem assessor de imprensa... Jogador precisa entender que precisa ser profissional sem atropelos", afirmou.

Confira a classificação atualizada do Brasileirão

Quando o assunto abordado foi o doping, o treinador se posicionou de maneira contrária à punição que os atletas recebem pela utilização de "drogas da sociedade", como maconha e cocaína.

"Ele (jogador) é punido com o impedimento de exercer seu trabalho. O único local em que isso ocorre é no esporte. Eu acho que o atleta deveria servir de exemplo para a sociedade com sua recuperação, cumprindo determinadas horas voluntárias", afirmou.

Veja fotos da carreira de Vanderlei Luxemburgo


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.