Tamanho do texto

Paulo André, pelo Corinthians, e atacante do Santos receberam cartão vermelho durante segundo tempo da partida na Vila Belmiro

O zagueiro Gil foi protagonista na confusão que culminou nas expulsões de seu parceiro Paulo André e do centroavante William José no empate por 1 a 1 entre Santos e Corinthians , nesta quarta-feira, na Vila Belmiro. No segundo tempo do clássico, o defensor ficou revoltado com uma falta cometida pelo atacante Neílton e iniciou uma troca de ofensas e empurrões com o novato santista.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

"Mas ninguém deveria ter sido expulso", contestou Gil, apesar de não ter se conformado com a postura de um adversário em especial. "Desde o primeiro tempo, o William José estava batendo sem bola. Ele colocou até dedo no olho", acusou.

Veja os gols de Santos x Corinthians


Confira a classificação do Campeonato Brasileiro

Independentemente do entrevero, o Corinthians não conseguiu jogar um bom futebol na Vila Belmiro. Abriu o placar logo no começo da partida, com uma cabeçada de Paulo André, porém cedeu terreno ao rival e foi vazado por William José.

Para Gil, no entanto, o Corinthians mostrou que poderia ter saído de Santos com a vitória, que seria a terceira consecutiva no Campeonato Brasileiro. "Pela situação do jogo, foram pontos perdidos. Agora é descansar para domingo", projetou, pensando no confronto com o Vitória, no Pacaembu.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.