Tamanho do texto

Atacante garantiu a vitória dos goianos no Serra Dourada e manteve adversário na lanterna do Brasileirão

O jogo teve dois chutes no travessão logo de cara. Primeiro, Paulo quase abriu o placar para os mandantes aos cinco minutos da etapa inicial batendo na área após bom passe de Tartá, mas parou no poste. Derley respondeu pelo time pernambucano e fez o mesmo aos 20 minutos em forte cobrança de falta.  O Goiás contou com dois gols de Walter para voltar a vencer. Nesta quarta-feira, a equipe derrotou o lanterna Náutico por 2 a 1 atuando em casa graças à boa atuação do atacante.

Comente esta notícia com outros torcedores

Walter abriu o placar aos 26 minutos do primeiro tempo desviando na pequena área um cruzamento de Vítor, enquanto Auremir igualou oito minutos depois ao cabecear um levantamento de Tiago Real.

O segundo gol do Goiás também foi marcado por Walter, que acertou um belo chute de fora da área aos sete minutos do segundo tempo para fazer o time voltar a vencer após duas derrotas e um empate.

Assim, o time goiano chega aos 16 pontos na décima posição do Campeonato Brasileiro, enquanto o Náutico, com duas partidas a menos do que a maioria das equipes, segue na lanterna da competição com apenas sete pontos.

O jogo

O Goiás começou melhor e se aproximou muito de abrir o placar logo aos cinco minutos, quando Tartá deu bom passe em profundidade para Paulo pela esquerda da área. O atacante bateu cruzado, a bola desviou em Ricardo Berna e ainda acertou o travessão.

Logo depois, aos cinco minutos, William Matheus levantou a bola da intermediária para Walter cabecear à esquerda do gol de Ricardo Berna. O Náutico, por outro lado, levou perigo pela primeira vez aos 20 minutos, quando Derley bateu forte em cobrança de falta e acertou o travessão.

Confira a classificação do Campeonato Brasileiro da Série A

Walter respondeu batendo do meio-campo ao ver Ricardo Berna adiantado, mas a bola saiu pela linha de fundo. Aos 26 minutos, porém, o centroavante balançou as redes desviando cruzamento rasteiro de Vítor após bola em profundidade de Tartá.

Dois minutos depois, Renan Oliveira tabelou com Paulo pela direita, chegou à linha de fundo e cruzou para a área. Walter apareceu em boa posição, mas cabeceou por cima do gol.

A resposta do Timbu veio aos 34 minutos, quando Tiago Real alcançou pela esquerda um cruzamento de Rogério que passou da área e levantou a bola novamente. Auremir apareceu na pequena área para empatar o jogo.

O Esmeraldino ainda perdeu uma boa chance para chegar ao intervalo na liderança aos 41 minutos, quando Tartá realizou jogada individual avançando na diagonal a partir da meia direita e levantou a bola para Renan Oliveira, que apareceu em grande posição mas cabeceou nas mãos de Ricardo Berna.

O meia do Goiás voltou a se aproximar do gol aos três minutos do segundo tempo, quando cabeceou um cruzamento de Paulo para grande defesa de Ricardo Berna. Três minutos depois, o meio-campista ainda desviou um levantamento por cima do gol.

Quem marcaria o segundo da equipe mandante, porém, seria Walter. O centroavante ajeitou a bola na entrada da área e acertou um belo chute no ângulo direito de Ricardo Berna para marcar novamente no jogo.

A primeira chance do Náutico no segundo tempo veio aos 18 minutos, quando Maikon Leite recebeu bom passe de Peña pela direita e bateu para boa defesa de Renan.

Aos 24 minutos, Ramon, que substituiu Renan Oliveira no Esmeraldino, assustou em chute de fora da área que saiu pela linha de fundo. Depois disso, o ritmo do jogo caiu muito e o Timbu não conseguiu se aproximar do empate.

FICHA TÉCNICA
GOIÁS 2 X 1 NÁUTICO

Local: Estádio Serra Dourada, em Goiânia (GO)
Data: 7 de agosto de 2013 (quarta-feira)
Horário: 21h50 (de Brasília)
Árbitro: Jean Pierre Goncalves Lima (RS)
Assistentes: Luiz Claudio Regazone (RJ) e Rafael da Silva Alves (RS)
Gols: GOIÁS: Walter, aos 25 minutos do primeiro tempo e aos sete minutos do segundo tempo
NÁUTICO: Auremir, aos 34 minutos do primeiro tempo

GOIÁS: Renan; Vítor, Ernando, Rodrigo e William Matheus; Amaral, David, Renan Oliveira (Ramon) e Tartá; Paulo (Araújo) e Walter (Neto Baiano)
Técnico: Enderson Moreira

NÁUTICO: Ricardo Berna; Auremir, Jean Rolt, William Alves e Luiz Eduardo (Dadá); Elicarlos, Derley, Angelo Peña (Olivera) e Tiago Real; Maikon Leite e Rogério (Marcos Vinícius
Técnico: Zé Teodoro

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.