Tamanho do texto

Depois de exibir muitas falhas defensivas na etapa inicial, o time melhorou depois do intervalo e virou sobre o São Caetano

Jogadores do Palmeiras comemoram gol de Alan Kardec contra o São Caetano
Fernando Dantas/Gazeta Press
Jogadores do Palmeiras comemoram gol de Alan Kardec contra o São Caetano

O Palmeiras teve dois tempos bem distintos na vitória por 2 a 1 sobre o São Caetano  nesta terça-feira pela Série B do Campeonato Brasileiro. Depois de exibir muitas falhas defensivas na etapa inicial, o time melhorou depois do intervalo, mas os jogadores explicaram que nem precisaram levar uma bronca do técnico Gilson Kleina na correção dos problemas.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

"Não teve bronca nenhuma, nós só acertamos os erros do primeiro tempo, quando estávamos dando muitos contra-ataques. No segundo, nós não demos nenhum a eles", afirmou Henrique.

Confira a classificação da Série B

O Palmeiras teve dificuldades para se adaptar ao novo esquema tático de Kleina no começo do confronto, com apenas dois volantes (Márcio Araújo e Wesley) e três atacantes (Ananias, Leandro e Alan Kardec). Durante os 45 minutos iniciais, o time da capital deu muito espaço no meio-campo e sofreu o gol de Geovane.

Porém, mesmo sem fazer alterações, Kleina reorganizou a equipe durante o intervalo. "Ele trouxe o Mendieta para o meio do campo, para preencher mais e frear os contra-ataques. Assim, o Leandro ficou pelo lado, porque ele é forte na velocidade", explicou o goleiro Fernando Prass.

Com os defeitos superados, o Palmeiras virou rapidamente o jogo, com gols aos 10 e aos 14 minutos do segundo tempo, marcados por Alan Kardec e Henrique, respectivamente. Além da correção na parte tática, os atletas também valorizaram o empenho de todos.

"No vestiário, nós tivemos calma e vimos quais eram os erros, para voltarmos bem ao jogo. Corremos bastante e até sentimos cãibra, mas a Série B é assim e você tem que dar o máximo", elogiou Wesley. O resultado positivo no estádio Anacleto Campanella manteve o Palmeiras na liderança da Série B, com 31 pontos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.