Tamanho do texto

Zagueiro da equipe goiana, Ernando vê obrigação de vitória dentro de casa e reclama do excesso de empates do time no Brasileirão

Goiás busca recuperação contra lanterna
Carlos Costa/Futurapress
Goiás busca recuperação contra lanterna

Em um mau momento e sem vencer há três partidas, o Goiás recebe o Náutico nesta quarta-feira, às 21h50 (de Brasília), no estádio Serra Dourada, buscando se reerguer no Campeonato Brasileiro . A partida será válida pela 12ª rodada.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

Com 13 pontos, o Goiás é o 13º colocado. Após a pausa para a Copa das Confederações, engatou uma boa sequência, emendando três jogos sem derrotas e chegando a ocupar a nona posição. Nos últimos três confrontos, entretanto, a equipe voltou a mostrar fragilidades e agora corre riscos de retornar à parte de baixo da tabela.

Para o zagueiro Ernando, o jogo desta quarta-feira, contra o Náutico, é fundamental para definir o rumo da equipe no restante do Campeonato Brasileiro. "Temos obrigação de vencer. Dentro de casa, a gente está empatando bastante, e fora também está difícil ganhar. Se não somarmos os três pontos, a situação vai ficar cada vez mais complicada", disse.

O bom retrospecto dentro do Serra Dourada pode ser um trunfo para o Esmeraldino. Até aqui, em cinco partidas no estádio, a equipe alviverde ainda não perdeu, tendo duas vitórias e três empates. Além disso, o time mantém uma invencibilidade de 36 partidas (dois anos) em jogos de competições nacionais dentro de sua casa.

Contra o Náutico, o técnico Enderson Moreira não poderá contar com Dudu Cearense e Hugo, que receberam o terceiro cartão amarelo e estão suspensos. Em contrapartida, o lateral-direito Vítor e o zagueiro Rodrigo cumpriram suspensão e retornam.Pelo lado do Náutico, lanterna do campeonato com apenas sete pontos, o discurso é de praticar o que foi treinado durante o tempo sem entrar em campo (mais de uma semana) e aproveitar o mau momento do Goiás para beliscar uma vitória fora de casa. Por isso, o Timbu não deve jogar somente para se defender.

Zé Teodoro, técnico do Náutico
Site oficial
Zé Teodoro, técnico do Náutico

"O nosso adversário está vindo de derrota. Eu conheço o clube e sei da pressão que está lá. Vamos tirar proveito disso jogando com inteligência. Não vamos fazer como foi contra Botafogo e Cruzeiro, quando só nos defendemos. Vamos marcar, mas vamos jogar também", afirmou o técnico Zé Teodoro. "É um confronto direto e precisamos ganhar ou até trazer um ponto. Um empate também não é um mal resultado", completou.

Zagueiro titular e capitão da equipe pernambucana, Jean Rolt também quer um Náutico com postura ofensiva. "Temos que oferecer perigo com a bola no pé. Falei depois do jogo contra o Botafogo, mas não aconteceu. Se só marcar vai ficar difícil. O campo do Serra Dourada é enorme e quando conseguir roubar a bola tem que ter a posse", explicou.

Para o jogo desta quarta, o Timbu pode ter algumas mudanças. Zé Teodoro disse que, por causa das dimensões do Serra Dourada, pode optar por um time mais veloz, com o atacante Rogério entrando no lugar do uruguaio Oliveira. Além disso, o volante Elicarlos, com dores no joelho, não participou do último treinamento e é dúvida. Se, de fato, não jogar, será substituído por Rodrigo Souto.

Goiás e Náutico se enfrentam nesta quarta-feira, às 21h50 (de Brasília), no estádio Serra Dourada, em Goiânia, pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro. Em 22 partidas entre as equipes na história, melhor para o Esmeraldino, que tem dez vitórias contra apenas seis do Timbu.

FICHA TÉCNICA - GOIÁS X NÁUTICO
Local: Estádio Serra Dourada, em Goiânia (GO)
Data: 07 de agosto de 2013 (quarta-feira) 
Horário: 21h50 (de Brasília) 
Árbitro: Jean Pierre Goncalves Lima (RS) 
Assistentes: Luiz Claudio Regazone (RJ) e Rafael da Silva Alves (RS)

GOIÁS:  Renan, Vítor, Ernando, Rodrigo e William Matheus; Amaral, Leandro (Yuri), Caio (David) e Renan Oliveira; Tartá e Walter
Técnico:  Enderson Moreira

NÁUTICO: Ricardo Berna, Auremir, Jean Rolt, William Alves e Luiz Eduardo; Rodrigo Souto, Derley, Peña e Tiago Real; Rogério (Oliveira) e Maikon Leite
Técnico:  Zé Teodoro

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.