Tamanho do texto

Meia do São Paulo teve boa atuação, porém se chocou com o ferro que sustenta a rede e tomou cinco pontos na região

Ganso comemora gol marcado pelo São Paulo contra o Kashima Antlers
Toru Hanai/REUTERS/Newscom
Ganso comemora gol marcado pelo São Paulo contra o Kashima Antlers

Paulo Henrique Ganso foi o melhor nome do São Paulo na partida desta quarta-feira, contra o Kashima Antlers. Mas, mesmo tendo sido elogiado pelo técnico Paulo Autuori, o meia deixou o campo com motivos para se lamentar. O principal foi a derrota por 3 a 2, com gol sofrido no fim.

Deixe o seu recado e comente esta notícia com outros torcedores

"Nossa equipe cresceu no segundo tempo, e isso mostrou que ela tende a melhorar no Campeonato Brasileiro. Fico chateado pela derrota, lutamos para conquistar mais esse troféu", disse o jogador.

O outro motivo de lamento foi estranho. Depois de dar passe para Aloísio marcar o segundo gol são-paulino - o primeiro foi do próprio meia -, Ganso se chocou com um ferro que sustenta a rede. Ele imediatamente caiu do lado de fora do campo e recebeu atendimento médico para estancar sangramento.

Leia mais: Bela atuação de Ganso anima Autuori: "Espero isso todo jogo"

"Tomei cinco pontos (cirúrgicos) e está doendo um pouco", falou o camisa 8, que terminou o jogo com uma faixa na cabeça. "O mais importante foi poder ajudar o time".

Ganso volta à capital paulista, com o restante da delegação, na sexta-feira à tarde. Dois dias depois, o São Paulo enfrenta a Portuguesa, no Canindé, em confronto direto contra a zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.