Tamanho do texto

Pedro Luiz Nunes Conceição, ex-diretor de futebol do clube, e Caio Di Stefano foram destituídos do grupo nesta quarta-feira

Derrota por 8 a 0 para o Barcelona ainda gera consequências dentro do Santos
AP
Derrota por 8 a 0 para o Barcelona ainda gera consequências dentro do Santos

Os bastidores do Santos esquentaram após a goleada de 8 a 0 sofrida pela equipe praiana diante do Barcelona em amistoso disputado na última sexta-feira, no Camp Nou. Em crise, a direção do clube, que demitiu o gerente de futebol, Nei Pandolfo, também resolveu promover mudanças no Comitê de Gestão. Pedro Luiz Nunes Conceição, ex-diretor de futebol do clube, e Caio Di Stefano foram destituídos do grupo.

LEIA:  Nei Pandolfo é demitido e Zinho será novo gerente de futebol do Santos

A decisão foi tomada durante a reunião dos membros do Comitê Gestor, nesta quarta-feira, liderada pelo presidente santista, Luis Álvaro de Oliveira Ribeiro. Os substitutos da dupla precisam de aprovação do Conselho Deliberativo, mas integrantes do órgão estão se mobilizando para promover a extinção do Comitê.

Nunes Conceição e Di Stefano integravam um grupo denominado de "Vila Rica" - região de classe média alta de Santos. Os dois vinham medindo forças com Laor nos últimos tempos, mas também foram alvos de muitas críticas de torcedores e conselheiros alvinegros.

Luciano Moita, que teve o seu escritório de advocacia em Santos atacado por vândalos na noite da última segunda, também fazia parte da "Vila Rica", mas segue, ao menos por enquanto, mantido no Comitê Gestor.