Tamanho do texto

Pedro Luiz Nunes Conceição, ex-diretor de futebol do clube, e Caio Di Stefano foram destituídos do grupo nesta quarta-feira

Derrota por 8 a 0 para o Barcelona ainda gera consequências dentro do Santos
AP
Derrota por 8 a 0 para o Barcelona ainda gera consequências dentro do Santos

Os bastidores do Santos esquentaram após a goleada de 8 a 0 sofrida pela equipe praiana diante do Barcelona em amistoso disputado na última sexta-feira, no Camp Nou. Em crise, a direção do clube, que demitiu o gerente de futebol, Nei Pandolfo, também resolveu promover mudanças no Comitê de Gestão. Pedro Luiz Nunes Conceição, ex-diretor de futebol do clube, e Caio Di Stefano foram destituídos do grupo.

LEIA:  Nei Pandolfo é demitido e Zinho será novo gerente de futebol do Santos

A decisão foi tomada durante a reunião dos membros do Comitê Gestor, nesta quarta-feira, liderada pelo presidente santista, Luis Álvaro de Oliveira Ribeiro. Os substitutos da dupla precisam de aprovação do Conselho Deliberativo, mas integrantes do órgão estão se mobilizando para promover a extinção do Comitê.

Nunes Conceição e Di Stefano integravam um grupo denominado de "Vila Rica" - região de classe média alta de Santos. Os dois vinham medindo forças com Laor nos últimos tempos, mas também foram alvos de muitas críticas de torcedores e conselheiros alvinegros.

Luciano Moita, que teve o seu escritório de advocacia em Santos atacado por vândalos na noite da última segunda, também fazia parte da "Vila Rica", mas segue, ao menos por enquanto, mantido no Comitê Gestor.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.