Tamanho do texto

Time de Varginha chega aos 20 pontos, sobe para o oitavo lugar e já enxerga o G4 ao alcance

O Boa Esporte completou nesta terça-feira, a sexta partida seguida sem derrota na Série B do Brasileiro. O time de Varginha ainda não chegou ao G4, mas o triunfo em cima do Guaratinguetá por 2 a 0, no estádio Melão, no Sul de Minas, deixa a Coruja em boa colocação na competição nacional.

Confira classificação, tabela de jogos e artilharia da Série B do Campeonato Brasileiro

O primeiro gol do jogo foi anotado pelo atacante Luiz Paulo, que recebeu assistência de Fernando Karanga, que deixou o companheiro livre para marcar. O veterano Marcelinho Paraiba ampliou em cobrança de pênalti. Com o resultado, o Boa chega aos 20 pontos, contra 14 do Guará, que briga na parte de baixo da tabela, correndo risco de rebaixamento.

Na sequência do Campeonato Brasileiro, o Boa Esporte terá mais um compromisso diante da torcida, recebendo Icasa, na próxima sexta-feira, no Melão em Varginha. Já o Guaratinguetá, joga no sábado, visitando a Chapecoense.

O jogo

Atuando em casa, o Boa Esporte iniciou a partida com um pouco mais de volume de jogo, mas o Guaratinguetá não se restringiu a ficar apenas na defesa, e criou algumas jogadas ofensivas. A primeira oportunidade de real perigo foi da equipe boveta, com Malaquias, que aos nove minutos arriscou arremate da entrada da área, com a bola saindo pela linha de fundo, mas assustando o goleiro Saulo.

Com o passar do tempo, o time de Varginha começou a empurrar os visitantes para o campo de defesa. Com poucos recursos na criação das jogadas, o Guaratinguetá apostou nos contra-ataques, quase sempre com a ligação direta da defesa para o ataque. Mais na base da vontade que na técnica, as duas equipes perseguiram a vitória, o que deixou o duelo bem movimentado.

Com as peças mais bem distribuídas em campo, e com a experiência de Marcelinho Paraíba, o Boa Esporte começou a agredir a Garça com mais intensidade. Prova disso é que aos 21, a Coruja conseguiu ótima trama ofensiva, que terminou com a conclusão de Malaquias, que tentou um toque na saída de Saulo, que fez grande defesa, evitando a abertura do marcador.

Temendo pelo pior, o técnico Carlos Octávio pediu aos seus comandados que adiantassem as linhas de marcação, com isso, o time do interior paulista melhorou no jogo, mas ainda dando espaços para os donos da casa. A Coruja, porém, voltou a apresentar problemas na hora de concluir as jogadas e não conseguiu balançar as redes na primeira etapa.

O comandante boveta, Nedo Xavier, tentou corrigir os problemas sacando o avante Marcelo Macedo, que pouco apareceu no jogo, para a entrada de Luiz Paulo. A produtividade ofensiva, no entanto, seguiu apresentando pouca eficiência. No time visitante, a postura ficou bem clara no segundo tempo, retranca na expectativa de encaixar uma jogada perfeita.

A torcida presente no Melão, sentindo que os jogadores estavam se esforçando em campo, passou a jogar com o time, incentivando os atletas. O apoio deu resultado aos 13, quando Fernando Karanga fez jogada pela direita e deu assistência açucarada para Luiz Paulo, que sem ser incomodado pelos zagueiros da Garça só teve o trabalho de empurrar para as redes.

O gol deu confiança para a Coruja, e aos 25, Fernando Karanga foi derrubado dentro da área pelo goleiro Saulo, o árbitro Gilberto Rodrigues Castro Júnior não titubeou e marcou pênalti. Saulo já tinha cartão amarelo por reclamação e acabou sendo expulso. Na cobrança, Marcelinho Paraíba bateu no canto direito e ampliou o marcador, dando tranquilidade para o Boa Esporte, que administrou o restante da partida.

FICHA TÉCNICA - BOA ESPORTE 2 X 0 GUARATINGUETÁ

Local: Estádio Melão, em Varginha (MG)
Data: 6 de agosto de 2013, sexta-feira
Horário: 21h50 (de Brasília)
Arbitro: Gilberto Rodrigues Castro Júnior (PE)
Assistentes: Wendel de Paiva Gouveia (RJ) e Michael Correia (RJ)
Cartões amarelos: Petros, Fernando Karanga e Sílvio (Boa Esporte); Juninho, Saulo e Renato Peixe (Guaratinguetá)
Cartão vermelho: Saulo (Guaratinguetá)
Gols:
BOA ESPORTE:
Luiz Paulo, aos 13, e Marcelinho Paraíba, aos 28 minutos do segundo tempo

BOA ESPORTE: Leandro; Rafinha, André Astorga, Sílvio e Aírton Oliveira (Marabá); Rodrigo Souza, Petros, Malaquias (Vinicius Hess) e Marcelinho Paraíba; Fernando Karanga e Marcelo Macedo (Luiz Paulo)
Técnico: Nedo Xavier

GUARATINGUETÁ: Saulo; Murilo, Leandro, Wendel e Ruan; Júlio César, Allan Dias, Xuxa (Moacir) e Renato Peixe; Rodrigo Barreto (Everson) e Juninho (Wagner Líbano)
Técnico: Carlos Octávio

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.