Tamanho do texto

Equipe pernambucana gasta R$ 220 mil por mês com jogadores e comissão técnica, aproximadamente metade do que rival na Copa do Brasil desembolsa com sua maior estrela

Jogadores do Salgueiro comemoram classificação em cima do Vitória na Copa do Brasil
Gazeta Press
Jogadores do Salgueiro comemoram classificação em cima do Vitória na Copa do Brasil

A definição de que o Internacional seria o adversário nas oitavas de final da Copa do Brasil não desanimou o Salgueiro. Pelo contrário, o diretor de futebol do clube pernambucano exaltou a oportunidade de medir forças contra “um campeão do mundo”. E, mesmo contando com folha salarial mensal de “meio Forlán”, Carlos José fala animado sobre a possibilidade de levar a melhor sobre os gaúchos.

CBF sorteia jogos da Copa do Brasil sem nenhum clássico estadual. Veja os duelos

“Sabíamos que quem viesse no sorteio ia ser jogo difícil. E o Internacional é uma das equipes que mais investiu neste ano. Nosso foco principal é a Série D e a volta para a Série C, mas a Copa do Brasil vai ser importante para a cidade que vai receber o Inter campeão do mundo”, falou José ao iG Esporte .

“A expectativa na cidade é muito grande. É um jogo que coloca Salgueiro no mapa do futebol. Estamos representando o Estado de Pernambuco”, completou o diretor do time que eliminou Boa Esporte, Criciúma e Vitória na competição.

Situado na cidade homônima, localizada a 511 km da capital Recife e com 56mil habitantes, o Salgueiro gasta R$ 220 mil por mês com jogadores e comissão técnica. Isso dá aproximadamente metade do que o Inter desembolsa com sua maior estrela, o uruguaio Diego Forlán. Isso sem falar em nomes como Juan, Alex, D’Alessandro e Leandro Damião.

Diante de tal cenário, o dirigente pernambucano não esconde que está diante das partidas mais importantes da história de seu clube. Tanto que os preços dos ingressos serão aumentados para o duelo de volta, previsto para 27, 28 ou 29 de agosto.

Diego Forlán: um salário paga dois meses de jogadores e comissão técnica do Salgueiro
Gazeta Press
Diego Forlán: um salário paga dois meses de jogadores e comissão técnica do Salgueiro

“A torcida está bastante ansiosa. A partir de amanhã (quarta-feira) já devemos ter venda de ingressos. Normalmente cobramos 40 reais, mas nesse jogo que chama mais atenção irão custar 60 reais antecipado e 80 no dia da partida”, explicou Carlos José.

Por ter alcançado as oitavas de final da Copa do Brasil, o Salgueiro foi premiado com R$ 1,2 milhão. O valor, no entanto, foi utilizado para quitar dívidas e vencimentos atrasados do início do ano. Já para quem avançar à próxima fase estão previstos R$ 700 mil.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.