Tamanho do texto

Depois de vencer o Criciúma fora de casa, time do Parque São Jorge busca terceira vitória consecutiva no Brasileirão na Vila Belmiro

Renato Augusto, meia do Corinthians
Miguel Schincariol/Gazeta Press
Renato Augusto, meia do Corinthians

Os jogadores do Corinthians não surpreenderam ao falar do clássico da próxima quarta-feira, contra o Santos, na Vila Belmiro, pelo Campeonato Brasileiro . No retorno de Santa Catarina, onde bateram o Criciúma, eles previram dificuldade diante do rival, que vem de derrota por 8 a 0 para o Barcelona.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

"Esperamos um Santos com muita vontade. A gente sabe que vai ser difícil, especialmente porque o jogo é na Vila Belmiro. Não dá para achar que, porque eles perderam de oito lá, a gente vai chegar aqui e ganhar também", afirmou Renato Augusto.

"Independentemente de o time deles ter tomado de oito, clássico é sempre muito difícil. Tínhamos acabado de ganhar a Recopa em cima do São Paulo, voltamos a jogar com eles e empatamos, foi um jogo parelho. Pelo peso da camisa do Santos, o time vai vir aguerrido, querendo conquistar a vitória de qualquer jeito depois do que aconteceu", concordou Ralf.

A visão geral apresentada pelos atletas do Corinthians foi que o Santos tentará provar na quarta que o massacre no Camp Nou não foi um resultado normal. Após o vexame, enfrentar o maior rival é uma boa oportunidade para os santistas recuperarem a autoestima.

"A gente não sabe como foi a repercussão lá dentro, mas tenho certeza de que eles vão querer dar uma resposta contra o Corinthians. Não temos de pensar neles, temos de fazer o nosso trabalho", disse Fábio Santos, antes que Cássio concluísse: "Não é problema nosso".

*com Gazeta

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.