Tamanho do texto

Exatamente por conta de seu desgaste, o camisa 8 não participou do empate com o Goiás, mesmo dia em que o Botafogo, no Maracanã, venceu o Vitória por 2 a 0, mais cedo

O Vasco perdeu do Botafogo por 3 a 2 , mas Juninho terminou o clássico como herói mesmo sem ter feito nenhum gol. O veterano sentiu dores na panturrilha esquerda, chegou a pedir para sair e só não foi trocado porque Dorival Júnior já tinha feito três substituições. Após atuar no sacrifício, o meia relatou o descanso maior como diferencial aos vencedores no Maracanã.

Veja a classificação e a tabela de jogos do Campeonato Brasileiro

"O time não se recuperou tão bem quanto o Botafogo, que jogou às 19h30 em casa na quinta-feira e nós às 21 horas fora, no mesmo dia, em um jogo que nos desgastou muito. A diferença no jogo de hoje (domingo) foi a parte física", falou o craque do elenco cruz-maltino.

Botafogo venceu o Vasco de Juninho Pernambucano
Gazeta Press
Botafogo venceu o Vasco de Juninho Pernambucano

Exatamente por conta de seu desgaste, o camisa 8 não participou do empate com o Goiás, mesmo dia em que o Botafogo, no Maracanã, venceu o Vitória por 2 a 0 mais cedo - no Serra Dourada, os vascaíno sofreram o gol que definiu o 1 a 1 nos minutos finais da partida.

O que comprometeu os comandados de Dorival Júnior também foi um começo de clássico aquém do que o técnico tinha pedido. Juninho Pernambucano relatou falha na execução da estratégia do técnica antes de André conseguir empatar com gols no fim do primeiro tempo e no minuto inicial da etapa final.

"Viemos com uma definição de fazer a contrapressão, como o Botafogo, que não tem deixado os adversários jogarem, e recuperar a bola o mais rápido possível. Mas, para isso, precisávamos jogar um pouco mais adiantado. O nosso erro foi deixar nossas linhas muito distante, e o Botafogo jogou melhor no primeiro tempo", analisou Juninho.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.