Tamanho do texto

Partida coloca frente a frente arquirrivais que vêm de derrota no Brasileirão, mas que lutam diretamente para ingressar no G4 da competição

Grêmio vem de derrota para o Corinthians
Marcos Bezerra/Futura Press
Grêmio vem de derrota para o Corinthians

O domingo será histórico para o futebol gaúcho: Grêmio e Internacional disputarão, a partir das 16h (de Brasília), o primeiro clássico da história da Arena do Grêmio. A partida coloca frente a frente dois rivais que vêm de derrota no Brasileirão, mas que lutam diretamente para ingressar no G4 da competição.

A semana foi marcada por uma polêmica em Porto Alegre, mas nada a ver com a rivalidade entre gremistas e colorados: na segunda-feira, a Brigada Militar recomendou ao Ministério Público gaúcho que apenas torcedores do Grêmio fossem ao Gre-Nal, para evitar confusões próximas à Arena. A repercussão foi tão negativa que as direções dos dois clubes se reuniram com as autoridades de segurança da capital gaúcha e do Estado e conseguiram reverter a decisão: 1,5 mil colorados poderão ir à Arena no domingo.

Confira a classificação do Brasileirão 2013

Dentro de campo, o Inter leva uma vantagem: teve uma semana para se dedicar inteiramente ao clássico, ao contrário do Grêmio. Após a surpreendente derrota por 3 a 0 para o Náutico, domingo passado, o Colorado folgou no meio de semana. O técnico Dunga terá as voltas de três "Homens Gre-Nal" ao time titular: Índio, D’Alessandro e Leandro Damião, que não atuaram no Recife.

Os treinos da semana indicam uma preferência do treinador colorado por Jorge Henrique em vez de Fabrício no meio-campo. O ex-corintiano traria maior experiência, combatividade e velocidade a um time que deve contra-atacar na Arena neste domingo. Ainda assim, podem ocorrer surpresas. O Inter ficou concentrado em um resort em Viamão desde sexta-feira, e realizou treinos fechados antes do jogo.

Quem segue sendo desfalque é Gabriel. Lesionado na vitória sobre o Flamengo, há duas semanas, o lateral dará lugar a Ednei, que disputará seu primeiro Gre-Nal. Alex e Scocco, novos reforços colorados na janela de julho, ficarão como opções para Dunga no banco de reservas.

Quem você acha que leva a melhor no primeiro Gre-Nal da Arena? Comente

A situação do Grêmio não é muito diferente, exceto pelo fato de que o Tricolor tem uma maior obrigação de vencer o jogo, já que é o dono da casa e está atrás do Inter na tabela. Nas próximas quatro rodadas, o time de Renato Gaúcho terá três compromissos em casa, todos contra equipes da ponta de cima: Inter, Coritiba e Cruzeiro, além do Bahia, na Fonte Nova. É a hora de encaixar uma sequência positiva capaz de colocar a equipe entre as que disputam o título.

Internacional irá jogar pela primeira vez na nova casa do rival pelo Brasileirão
VINÍCIUS COSTA/Preview.com/Gazeta Press
Internacional irá jogar pela primeira vez na nova casa do rival pelo Brasileirão

Assim como o Inter, o Grêmio vem de derrota: 2 a 0 para o Corinthians, quarta, em São Paulo. E, bem como o rival, vem cheio de mistérios para o Gre-Nal. Sem Zé Roberto e Vargas, lesionados, o Tricolor tem três opções de escalação. A primeira é a simples substituição do capitão por Maxi Rodríguez, que pode ganhar uma vaga no time também por conta da lesão do chileno, já que não haverá excesso de estrangeiros neste caso.

Outra hipótese é a escalação de Guilherme Biteco como substituto de Zé Roberto. Com boa atuação no segundo tempo diante do Corinthians, o garoto já atuou na função que vem desempenhando o capitão gremista. A terceira alternativa é entrar com três volantes (Adriano, Riveros e Souza, recuperado de lesão no púbis), com Elano sendo o único articulador da equipe.

Sem Vargas, Kleber formará o ataque com Barcos. O Gladiador tem bom histórico em Gre-Nais: duas vitórias e um empate em três clássicos. Elano é outro gremista que está invicto contra o maior rival. Este será o primeiro da carreira de alguns prováveis titulares, como Riveros, Maxi Rodríguez e Barcos. No Inter, somente Ednei e Jorge Henrique ainda não enfrentaram o Grêmio com a camisa rubra.

Além da necessidade de vitória, o Tricolor vem motivado por outra razão: apagar a má impressão deixada no último Gre-Nal da história do Olímpico, em dezembro. Com dois a menos no segundo tempo, o Inter segurou um 0 a 0 de forma heroica, frustrou a comemoração gremista e tirou do Tricolor o vice-campeonato brasileiro, que lhe daria vaga direta na fase de grupos da Libertadores, honraria que coube ao Atlético-MG.

FICHA TÉCNICA
GRÊMIO X INTERNACIONAL

Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS)
Data: 4 de agosto de 2013, domingo
Horário: 16h (de Brasília)
Árbitro: Fabrício Neves Corrêa (RS)
Assistentes: Marcelo Bertanha Barison e José Eduardo Calza (ambos do RS)

GRÊMIO: Dida; Pará, Werley, Bressan e Alex Telles; Adriano (Souza), Riveros, Maxi Rodríguez (Guilherme Biteco) e Elano; Kleber e Barcos
Técnico: Renato Gaúcho

INTERNACIONAL: Muriel; Ednei, Índio, Juan e Kleber; Willians, Josimar, Jorge Henrique e D’Alessandro; Forlán e Leandro Damião
Técnico: Dunga

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.