Tamanho do texto

Em um jogo bastante movimentado, o Bota abriu 2 a 0, cedeu o empate, mas venceu com gol de Rafael Marques, que anotou duas vezes

Em partida recheada de lances emocionantes, o Botafogo derrotou o Vasco por 3 a 2, em partida disputada na noite deste domingo, no Maracanã. O resultado fez a equipe alvinegra reassumir a liderança do Campeonato Brasileiro com 23 pontos ganhos. O Vasco é o décimo colocado com 14 pontos ganhos.

Veja a classificação e a tabela de jogos do Campeonato Brasileiro

O Botafogo abriu dois gols de vantagem, o Vasco reagiu, mas o time alvinegro conseguiu confirmar a vitória. Mais uma vez os veteranos Seedorf e Juninho Pernambucano foram os destaques das suas equipes, ditando o ritmo e criando os lances mais criativos.

Na próxima rodada, o Vasco receberá a Ponte Preta, em São Januário, enquanto o Botafogo enfrentará o Atlético-MG, no Independência.

Seedorf anotou um belo gol na vitória do Botafogo sobre o Vasco
Pedro Martins/Agif/Gazeta Press
Seedorf anotou um belo gol na vitória do Botafogo sobre o Vasco

O jogo
Um chute de Vitinho para fora foi o primeiro lance que provocou emoção no clássico. Aos dois minutos, após falha da defesa do Vasco, Lodeiro arriscou de pé direito e Digo Silva espalmou para dentro da área, mas a zaga aliviou o perigo.

Aos quatro minutos, o Vasco chegou com perigo pela primeira vez. Juninho cobrou escanteio e Pedro Ken desperdiçou ótima chance para marcar, se atrapalhando na hora de concluir quando estava livre na pequena área. Aos oito minutos, Vitinho iludiu Sandro Silva e chutou, mas Guiñazu meteu a cabeça e desviou para escanteio.

As duas equipes tentavam imprimir velocidade ao jogo, com toques rápidos e lançamentos para os atacantes. Juninho Pernambucano e Seedorf, apesar de vigiados, ditavam o ritmo da partida.

Aos 13 minutos, Vitinho partiu da ponta direita para o meio, driblou quatro defensores vascaínos e chutou por cima do travessão.No minuto seguinte, foi a vez de Rafael Marques concluir para boa defesa de Diogo Silva.

O time de General Severiano continua mais ofensivo e aos 17 minutos, o zagueiro Dória arriscou da intermediária. O chute saiu violento e obrigou Diogo Silva a defender, em dois tempos. O Vasco só ameaçava em lances de bola parada, como aconteceu aos 19 minutos, após cobrança de falta de Juninho, a bola sobrou para Rafael Vaz chutar e a bola desviar na zaga alvinegra.

Botafogo venceu o Vasco de Juninho Pernambucano
Gazeta Press
Botafogo venceu o Vasco de Juninho Pernambucano

Aos 21 minutos, o Vasco colocou a bola nas redes em cabeçada de André,mas a arbitragem invalidou o lance, marcando impedimento. No minuto seguinte, o Botafogo marcou o primeiro gol. Gabriel chutou, e a bola acabou nos pés de Rafael Marques, livre, na grande área. O atacante teve calma para colocar a bola no canto esquerdo do goleiro Diogo Silva. Logo depois, Lodeiro fez ótima jogada pela esquerda e bateu de direita, para ótima defesa de Diogo Silva.

O time dirigido por Oswaldo de Oliveira seguia pressionando e, aos 27 minutos, Dória quase ampliou, ao escorar um cruzamento da esquerda. O Vasco encontrava muita dificuldade para se organizar e acabava superado pela melhor atuação do Botafogo.

E o time de General Severiano ampliou aos 29 minutos. Vitinho arrancou pela direita e lançou Seedorf. O meia holandês penetrou na área e deu um toque sutíl para encobrir o goleiro do Vasco. Logo depois do segundo gol, o estreante Guiñazú, contundido, cedeu sua vaga para Wendel.

O domínio alvinegro era total e aos 31, Diogo Silva teve que se empenhar para não sofrer o terceiro gol, quando Vitinho entrou na área e bateu forte.

Apesar dos esforços de Juninho Pernambucano, o Vasco não conseguia se encontrar e aos 37 minutos, escapou, por pouco, de sofrer o terceiro gol. Rafael Marques foi lançado nas costas de Rafael Vaz, entrou livre na área, mas chutou muito mal e desperdiçou a chance.

E o Vasco acabou marcando o primeiro gol, aos 44 minutos. Eder Luis arrancou pelo meio e lançou Juninho na área. O meia girou entre os zagueiros em grande jogada individual e apenas rolou para André tocar para o gol vazio.

O segundo tempo começou com muita emoção. Logo aos dois minutos, Gabriel arriscou da entrada da área e a bola passou raspando à trave esquerda. No minuto seguinte, o Vasco empatou. Pedro Ken arrancou pela esquerda e cruzou para Eder Luis que bateu de primeira. A bola bateu na trave esquerda e sobrou para André tocar para as redes defendidas por Jefferson.

A alegria da torcida cruz-maltina durou pouco. Aos três minutos, o Botafogo desempatou em grande jogada de Rafael Marques que driblou Nei e colocou no ângulo esquerdo de Diogo Silva. Logo depois, Júlio César fez grande jogada e rolou para Lodeiro concluir para fora. O técnico Dorival Júnior trocou Eder Luis por Robinho, mas o desempenho ofensivo do Vasco continuou irregular.

Aos 16 minutos, o Botafogo desperdiçou outra grande chance. Vitinho entrou pelo meio e rolou para Lodeiro penetrar e tentar encobrir o goleiro Diogo Silva, mas Diogo conseguiu fazer a defesa.

A partida caiu de ritmo e Dorival Júnior trocou o volante Sandro Silva pelo lateral Fagner, enquanto o Botafogo trocou Vitinho por Elias. Aos 30 minutos, o goleiro Jefferson saiu jogando errado e o Vasco quase chegou ao empate, em cruzamento que não foi alcançado por Robinho.

Aos 35 minutos, Robinho tentou passar entre dois zagueiros e caiu na área, mas o árbitro nada viu de irregular no lance, para revolta do atacante cruz-maltino. O Botafogo cansou e passou a se preocupar apenas em segurar a vantagem, enquanto o Vasco buscava o empate, sem conseguir mostrar força ofensiva para criar situações de perigo na área botafoguense.

Aos 43 minutos, o Botafogo ainda perdeu a chance de marcar o quarto gol, quando Lima foi ao fundo e cruzou para Elias bater fora.

FICHA TÉCNICA
VASCO 2 x 3 BOTAFOGO

Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 4 de agosto de 2013, domingo
Hora: 18h30 (de Brasília)
Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhães (RJ)
Assistentes: Wagner de Almeida Santos e Luiz Antonio Muniz de Oliveira (ambos do RJ)
Cartões Amarelos: Yotún, Pedro Ken, Renato Silva e Wendel (Vasco); Bolivar e Gabriel (Botafogo)
Gols:
VASCO: André, aos 44 minutos do primeiro tempo e dois minutos do segundo tempo; BOTAFOGO: Rafael Marques, aos 22 minutos do primeiro tempo e três minutos do segundo tempo, e Seedorf aos 29 minutos do primeiro tempo;

VASCO: Diogo Silva; Nei, Renato Silva, Rafael Vaz e Yotún; Sandro Silva (Fagner), Guiñazú (Wendel), Juninho e Pedro Ken; Eder Luis (Robinho) e André
Técnico: Dorival Júnior

BOTAFOGO: Jéfferson; Gilberto, Bolívar, Dória e Julio Cesar (Lima); Marcelo Mattos, Gabriel, Seedorf, Lodeiro (André Bahia) e Vitinho (Elias); Rafael Marques
Técnico: Oswaldo de Oliveira

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.