Tamanho do texto

Após os dois jogos disputados na Copa Audi, clube chega a 14 partidas sem vencer e mais de dez horas sem fazer gol

O técnico Paulo Autuori observa a final da Copa Audi ao lado do goleiro Rogério Ceni
Divulgação/Site oficial do São Paulo
O técnico Paulo Autuori observa a final da Copa Audi ao lado do goleiro Rogério Ceni

Mais uma vez, o São Paulo tenta neste sábado tirar forças de algum lugar para pôr fim à longa e histórica sequência sem vitória. Já são 14 partidas sem vencer e mais de dez horas sem fazer gol. Às 15h45 (de Brasília), a equipe tenta acabar com o jejum diante do Benfica, no Estádio da Luz, em Lisboa, segunda etapa da nada bem-vinda turnê pelo exterior.

Após as derrotas para Bayern de Munique e Milan e o consequente quarto lugar na Copa Audi, o técnico Paulo Autuori reconheceu que terá muita dificuldade para tirar o time dessa situação. No Campeonato Brasileiro, a equipe se encontra na zona de rebaixamento com jogos a mais do que seus concorrentes na parte de baixo da tabela.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

Do torneio na Alemanha até a partida contra o Benfica, ele teve apenas a sexta-feira para analisar a resposta física do grupo e refletir sobre qual escalação levará a campo. Uma dúvida que se justifica principalmente pelo receio de lesões - o zagueiro Paulo Miranda se machucou no duelo com o Bayern - ou de simplesmente desgastar ainda mais seus jogadores.

O goleiro Rogério Ceni foi o único dos titulares a não participar da derrota para o Milan e pode começar atuando. Além do gol, também houve revezamento na zaga, no meio-campo e no ataque. Os únicos que iniciaram os dois últimos jogos foram os laterais Douglas e Reinaldo, o volante Rodrigo Caio e o atacante Aloísio, mas muito por falta de opções na relação que viajou.

Preocupado mais com o Brasileiro, Autuori pode levar em consideração ainda o trajeto até o destino final da excursão. Na quarta-feira, o São Paulo disputa o título da Copa Suruga (única competição oficial da turnê) contra o Kashima Antlers. No dia seguinte ao retorno ao Brasil, terá duelo com a Portuguesa, válido pela competição nacional.

"Respeitamos a história do Benfica, conheço a grandeza do clube, mas vamos em busca da vitória. Queremos dar novo ânimo ao time e marcar novamente. Tenho certeza de que será um grande espetáculo para o torcedor que for ao estádio, porque jogaremos para vencer", falou o atacante Osvaldo, que atuou no rival Braga entre 2009 e 2010.

No Benfica, que conta com uma legião de brasileiros, há um ex-são-paulino. Um ex-são-paulino determinado a se dar bem no reencontro deste sábado. Emprestado ao clube português após ter ficado quase dois meses afastado no CT da Barra Funda, o lateral esquerdo Bruno Cortez leva a sério o torneio amistoso.

"Vai ser um jogo muito bom. A equipe do São Paulo é excelente, mas estaremos em casa, com apoio da nossa torcida. Temos que fazer nosso melhor, ir para cima do São Paulo, não deixar o São Paulo respirar, e mostrar a força desse estádio", disse o jogador, que fará sua estreia na Luz.

FICHA TÉCNICA -  BENFICA X SÃO PAULO
Local: Estádio da Luz, em Lisboa (Portugal)
Data: 3 de agosto de 2013, sábado
Horário: 15h45 (de Brasília)
Árbitro: não divulgado

BENFICA: Paulo Lopes; Maxi Pereira, Lisandro López, Jardel e Cortez; Matic, Ruben Amorim, Sulejmani, Djuricic e Ola John; Lima
Técnico: Jorge Jesus

SÃO PAULO: Rogério Ceni; Douglas, Rafael Toloi, Edson Silva e Reinaldo; Wellington, Rodrigo Caio, Fabrício e Jadson; Osvaldo e Aloísio
Técnico: Paulo Autuori

*Com Gazeta

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.