Tamanho do texto

Agora pelo Cruzeiro, técnico encara o ex-time e busca recolocar os mineiros no topo da tabela de classificação do Brasileirão

Marcelo Oliveira, técnico do Cruzeiro
Divulgação/Vipcomm
Marcelo Oliveira, técnico do Cruzeiro

O torcedor do Cruzeiro que for ao Mineirão às 18h30 deste sábado terá a oportunidade de acompanhar o duelo contra o Coritiba , partida que vale a liderança do Brasileirão . Além da ponta da tabela, o confronto entre mineiros e paranaenses vai marcar o primeiro encontro do técnico Marcelo Oliveira com o ex-clube.

O treinador ganhou projeção nacional dirigindo o Coritiba entre os anos de 2011 e 2012, levando o time a duas decisões de Copa do Brasil. Marcelo Oliveira ainda atingiu a façanha de somar 24 vitórias seguidas, recorde reconhecido até no Guiness Book. Agora no Cruzeiro, o técnico quer frustrar as ambições dos paranaenses.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

Para isso, Marcelo Oliveira aposta na força do conjunto. Assim como tem feito nas últimas rodadas, a escalação do Cruzeiro será repetida. A Raposa tem alguns atletas desgastados pelo excesso de jogos, mas o comandante acredita que os jogadores tiveram tempo para recuperação.

Confira a classificação do Campeonato Brasileiro

"Existe um ou outro jogador bem desgastado, mas tivemos tempo hábil para recuperação, especialmente o Nilton. Mas vamos repetir o time, esperando voltar a jogar bem e pontuar. Isso é importante", disse o treinador, que apontou as vantagens de repetir o time. "É bom para ganhar um pouco mais de laço, de entrosamento entre os jogadores, que eles se conheçam bem, e isso possa aparecer dentro de campo", declarou.

As principais novidades da equipe celeste estarão no banco de reservas. O atacante argentino Martinuccio, que não enfrentou o Fluminense por força de contrato passa a ser opção de Marcelo Oliveira. O avante Borges, curado de lesão muscular na coxa é outro atleta que fica à disposição para entrar no segundo tempo.

Embalado na luta pela liderança da competição, mas fisicamente desgastado pela batalha épica diante da Ponte Preta no meio de semana. Esse será o Coritiba que entrará em campo buscando dar início a uma sequência positiva fora de casa, cumprindo a meta estabelecida internamente pela comissão técnica alviverde.

Alex, meia do Coritiba
Giuliano Gomes/Gazeta Press
Alex, meia do Coritiba

A vitória em Campinas deixou uma baixa importante no time. O meia Alex, decisivo para o bom momento coxa-branca, sofreu uma entrose no tornozelo e está vetado pelo departamento médico. O técnico Marquinhos Santos, com isso, deve confirmar Lincoln um pouco mais recuado do que a função que fez diante da Macaca, abrindo espaço para Keirrison ou Everton Costa ao lado de Bill no ataque, já que Geraldo está suspenso.

Outra opção seria entrar em campo com um time mais cauteloso. Neste caso quem ganharia espaço seria o volante Gil. Na lateral esquerda, Iberbia definitivamente não caiu nas graças do torcedor e deve perder sua vaga pra Diogo, que mais uma vez entrou melhor na segunda etapa. O argentino, que também está com problemas musculares, sequer deve ficar no banco.

Apesar de todos os desfalques - Deivid e Júnior Urso seguem em tratamento por mais 15 dias - O treinador alviverde mostra confiança no elenco que tem em mãos e sabe que só muito trabalho e foco pode ajudar a superar os problemas. "São circunstâncias que iremos passar, não há como escapar desta realidade. O que precisamos fazer é trabalhar dedicados para esta partida e contando com o nosso grupo", finalizou.

FICHA TÉCNICA - CRUZEIRO X CORITIBA
Local: Estádio Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Data: 03 de agosto de 2013, sábado
Horário: 18h30 (de Brasília)
Arbitro: Francisco Carlos do nascimento (AL)
Assistentes: Fábio Pereira (TO) e Thiago Gomes Brigido (CE)

CRUZEIRO: Fábio; Mayke, Dedé, Bruno Rodrigo e Egídio; Nilton, Souza, Ricardo Goulart e Everton Ribeiro; Luan e Vinícius Araújo.
Técnico:  Marcelo Oliveira

CORITIBA: Vanderlei; Victor Ferraz, Leandro Almeida, Chico e Diogo; William Farias, Robinho, Bottinelli e Lincoln; Keirrison (Gil) e Bill.
Técnico: Marquinhos Santos

*com Gazeta

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.