Tamanho do texto

Técnico do Botafogo ficou feliz com o seu volante, decisivo na partida diante do Vitória

Que a experiência adquirida nos anos de Europa faziam de Clarence Seedorf um líder no elenco do Botafogo nunca foi segredo para ninguém. Mas a força do holandês para ajudar Oswaldo de Oliveira a administrar o ambiente do clube ficou em evidência na última quinta-feira após a boa atuação de Vitinho, cobrado veementemente pelo camisa 10.

Após vetar entrevista de Vitinho, Seedorf pede foco ao jovem meia

O jovem jogador terminou o Campeonato Carioca em alta, mas deixou as vaidades em primeiro lugar e acabou caindo de rendimento. Depois de ser cobrado pelo veterano armador, a revelação mudou a postura dentro de campo e marcou o primeiro gol da vitória por 2 a 0 sobre o Vitória com assistência justamente de Seedorf.

Seedorf, meia do Botafogo
Satiro Sodre/SSPress
Seedorf, meia do Botafogo

"Para um jogador com a experiência, a sabedoria dele e boa intenção dele é inevitável e até previsível que isso aconteça. Ele age muito nos bastidores. Ficou conversando com o Lodeiro bastante tempo antes de retornarem do intervalo. É muito importante essa participação dele, ele faz a leitura do que cada um precisa. Ajuda muito nesse aspecto", destacou Oswaldo.

Botafogo bate Vitória no Maracanã e reassume liderança do Brasileirão

O encantamento do treinador, no entanto, não se resume à experiência de Seedorf. O comandante do Glorioso deixou o Maracanã após o triunfo sobre os baianos extasiado com a grande atuação de Gabriel. O volante foi o principal destaque da partida com roubadas de bola e participação efetiva no gol marcado por Vitinho.

"Gabriel é um capitulo a parte. O garoto era o quinto volante na base ano passado, foi crescendo e hoje é o que está aí. No intervalo comentei com meus auxiliares que ele estava fazendo uma partida fabulosa. Difícil um garoto da idade dele (21 anos) com essa maturidade, com essa expressão profissional. Depois da torcida que veio ao Maracanã, o que mais me empolgou no jogo foi o Gabriel", sentenciou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.