Tamanho do texto

Com apenas seis gols em 24 jogos pelo Grêmio, atacante argentino ostenta média de gols muito inferior à dos tempos de Palmeiras

Barcos marcou apenas seis gols pelo Grêmio
Flickr/Grêmio
Barcos marcou apenas seis gols pelo Grêmio

Com apenas seis gols em 24 jogos pelo Grêmio , o centroavante Hernán Barcos ostenta uma média de gols muito inferior à que dele se esperava, e até mesmo nos tempos de Palmeiras. Sem dar qualquer tipo de desculpa, o argentino assumiu a responsabilidade pela má fase que vive e demonstrou ciência de que seu rendimento está abaixo do esperado.

Acredita que Barcos ainda fará sucesso no Grêmio? Deixe seu comentário

"É um conjunto de coisas. Não atravesso meu melhor momento e estou consciente que preciso melhorar. Faço essa autocrítica e estou trabalhando muito para melhorar. Nunca vou deixar o time na mão. Vou me esforçar sempre e trabalhar para que as coisas voltem a acontecer", prometeu o Pirata, nesta sexta.

O técnico Renato Gaúcho mais uma vez demonstrou confiança nas capacidades do argentino, em sua coletiva após o treino desta sexta-feira: "o Barcos é muito importante. Eu indiquei ele para vir para o Grêmio, antes de se transferir ao Palmeiras, mas não havia dinheiro em caixa na época. Ele não desaprendeu a jogar. Gosto muito dele e é um jogador fundamental para o meu esquema", revelou Renato.

Barcos disputará neste domingo seu primeiro Gre-Nal. Seu começo no Grêmio foi fulminante: marcou gols e teve grandes atuações em seus três primeiros jogos, contra Huachipato, Fluminense e Caracas, pela Libertadores. Depois, foi caindo de rendimento e ficou mais de dois meses sem marcar gols. A última vez que balançou as redes foi no dia 6 de julho, no empate em 1 a 1 com o Atlético-PR, em Curitiba.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.