Tamanho do texto

Apesar dos pedidos do atacante, que empurrou a bola pouco à frente da linha, o segundo gol do Corinthians contra o Grêmio acabou sendo dado ao zagueiro

Nem o árbitro Alício Pena Júnior sabia, na saída do gramado, o autor do segundo gol do Corinthians na vitória por 2 a 0 sobre o Grêmio . Apesar dos pedidos de Alexandre Pato, que empurrou a bola pouco à frente da linha, o gol acabou sendo registrado no nome de Paulo André.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

Antes que o assistente mais próximo do lance acabasse com a dúvida, o atacante chegou a comemorar o gol. "Se deu para mim, foi bom. Vi que a bola não estava entrando e tentei roubar do Paulo André. É bom. Estou jogando pouco, então é bom aproveitar. Consegui", afirmou.

Confira a classificação do Campeonato Brasileiro

Na noite de quarta, Pato substituiu o centroavante Paolo Guerrero aos 25 minutos do segundo tempo. Brigou com Paulo André por um gol e perdeu outro, na cara de Dida. Ele espera um tempo maior. "Se der para jogar um pouco mais, eu aceito."

A vontade do camisa 7 era tão grande que Paulo André até se dispôs, sem grande firmeza, a ceder o gol para o colega. "Para quebrar o feitiço da frente, é bom que seja um gol do Sheik e outro do Pato. Acho que a bola já tinha entrado, mas é o juiz que manda", disse o beque.

Tenha ou não entrado a bola antes da desastrada conclusão do atacante, o Corinthians desta vez criou mais e aproveitou algumas dessas chances criadas. Em suas três partidas anteriores no Campeonato Brasileiro, a equipe havia balançado a rede em só uma oportunidade.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.