Tamanho do texto

Sem a chegada ao ataque do antigo titular, mas com passes precisos e um crescente entrosamento com os companheiros, volante tem agradado

Guilherme está se firmando como substituto de Paulinho no Corinthians
Fernando Dantas/Gazeta Press
Guilherme está se firmando como substituto de Paulinho no Corinthians

Perder um jogador como Paulinho exige adaptação de todo o time, mas seu substituto começou bem. Sem a chegada ao ataque do antigo titular, mas com passes precisos e um crescente entrosamento com os companheiros, Guilherme tem agradado ao torcedor do Corinthians e enchido os olhos de Tite.

Confira a classificação completa do Brasileirão 2013

"Estou pegando forma, ritmo. Agora consigo bater lá na frente, no campo do adversário, e voltar, é o que Tite pede. Posso jogar aqui o que consegui jogar na Portuguesa", afirmou o volante, cuja entrada na equipe alvinegra tem muito a ver com a saída de Alessandro.

Com a ida de Paulinho ao Tottenham, o Corinthians perdeu um atleta de chegada constante à área. As características de Guilherme são mais de armação. Assim, para compensar a perda na frente, o treinador resolveu apostar em Edenílson, um atleta mais agudo, na lateral direita.

Veja os gols da 10ª rodada do Brasileirão

"Teve esse componente tático. Eu tenho um jogador de infiltração, que era o Paulinho e agora é o Edenílson. E tenho um passador, função que era do Alessandro e ficou com o Guilherme", explicou Tite, após a vitória sobre o Grêmio, na qual essa engrenagem funcionou bem.

Funcionou bem, em parte, porque Guilherme fez um ótimo trabalho. "Ele é um jogador com potencial de crescimento muito grande, que não tem as características do Paulinho. Com essas modificações, a equipe vai se ajustando. É por isso que não posso ficar mexendo toda hora", disse Tite.

O ganho tático, explicou o treinador, acarretou em uma perda de experiência com a qual a equipe terá de aprender a lidar. "Saíram dois capitães. Sem o Paulinho e o Alessandro, a gente fica sem dois jogadores dentro do campo com um punch mais forte. Aí, a maturidade tem de acontecer."

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.