Tamanho do texto

Ao vencer por 1 a 0, time carioca interrompe sequência de cinco derrotas seguidas e deixa a zona de rebaixamento do Brasileirão

Fred marcou gol da vitória do Fluminense
Wagner Meier/Agif/Gazeta Press
Fred marcou gol da vitória do Fluminense

Depois de cinco derrotas seguidas, o Fluminense voltou a vencer no Campeonato Brasileiro . Na estreia do técnico Vanderlei Luxemburgo, na noite desta quarta-feira, no Maracanã, o time carioca derrotou o Cruzeiro por 1 a 0, gol marcado por Fred, no segundo tempo. Na etapa inicial, o artilheiro chegou a desperdiçar um pênalti, defendido por Fábio.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

A quebra do jejum fez o Fluminense deixar a zona do rebaixamento e pular para a 11ª posição com 12 pontos ganhos. O Cruzeiro segue em primeiro com 18 pontos.

O Fluminense de Vanderlei Luxemburgo não mostrou muita novidade em relação ao time, antes comandado por Abel Braga, mas teve a felicidade de ser mais objetivo para alcançar a vitória. O Cruzeiro desperdiçou boas chances na etapa inicial, mas caiu de produção no segundo tempo e acabou sendo derrotado.

Na próxima rodada, o Fluminense vai enfrentar a Ponte Preta, em Campinas. O Cruzeiro receberá o Coritiba, no Couto Pereira.

O jogo

Os dois times começaram a partida com cautela, trocando passes no meio-campo e mais preocupados com a marcação do que com a criação de jogadas. Aos cinco minutos, Deco derrubou Nilton na intermediária. O próprio Nilton bateu com violência mas a bola subiu muito e encobriu o travessão defendido por Diego Cavalieri.

O primeiro momento de perigo criado pela equipe carioca aconteceu aos nove minutos, em cobrança de escanteio. Rafael Sobis bateu e Gum cabeceou para fora. Aos 11 minutos, o lateral Mayke recebeu do lado direito da área e cruzou fechado. Diego Cavalieri saiu com precisão, mergulhou e afastou a bola, impedindo que ela chegasse a Ricardo Goulart, livre na pequena área.

O time dirigido por Vanderlei Luxemburgo tinha mais posse de bola, mas encontrava dificuldades para penetrar na defesa mineira, o que levava a equipe carioca a apelar para lançamentos sem grande eficiência.

O Cruzeiro mostrava mais objetividade e, aos 17 minutos, voltou a criar outra chance para marcar. Vinicius Araújo recebeu na área e chutou, Leandro Euzébio cortou, de carrinho, mas a bola voltou para Vinicius que bateu forte para ótima defesa de Diego Cavalieri.

A primeira chegada perigosa do Fluminense aconteceu aos 19 minutos. Deco tocou Rafael Sobis na direita e o cruzamento encontrou Fred, na área. O artilheiro dominou no peito e concluiu por cima do travessão. A resposta da equipe visitante foi dada aos 22 minutos, pelo volante Souza, que aproveitou a falha de marcação para mandar a bomba. A bola passou perto do ângulo direito, assustando o goleiro tricolor.

O Cruzeiro continuava melhor em campo e, aos 28 minutos, quase marcou o primeiro gol. Mayke cruzou para Vinícius Araújo que se antecipou aos zagueiros e chutou, mas a bola bateu na trave esquerda e saiu, enquanto o goleiro Diego Cavalieri se limitava a torcer, sem condições de intervir no lance.

O Fluminense se limitava a lances isolados para ameaçar o gol adversário, como aconteceu aos 31 minutos. Rafael Sobis recebeu bom passe de Deco e chutou para fora, sem qualquer perigo para Fábio. Quatro minutos depois, um chute despretensioso do lateral Egídio quase surpreendeu Cavalieri. A bola quicou no gramado e o goleiro do Fluminense teve dificuldades para espalmar para escanteio e aliviar o perigo.

Aos 37 minutos, o técnico Vanderlei Luxemburgo surpreendeu a torcida tricolor ao trocar Deco, que errava muitos passes, por Felipe. Ao deixar o gramado, Deco alegou que estava sentindo dores na coxa e, por isso, pediu para sair.

Aos 42 minutos, depois de boa troca de passes com Wagner, Rafael Sobis arriscou de pé esquerdo e a bola passou perto do gol defendido por Fábio. No minuto seguinte, Jean cruzou e Mayke derrubou Wagner que buscava a conclusão. O árbitro marcou penalidade máxima para o Tricolor. Na cobrança, Fred chutou e Fábio fez grande defesa e ainda impediu que o atacante tricolor marcasse no rebote, com outra grande defesa.

O Fluminense voltou para a segunda etapa, tentando ser mais agressivo. Aos dois minutos, Felipe fez bom passe para Rafael Sobis que chutou rasteiro para boa defesa de Fábio. A partida seguiu em ritmo lento com poucas jogadas de área. Aos 13 minutos, depois de jogada confusa na área tricolor, a bola sobrou para Everton Ribeiro que concluiu mal, desperdiçando a oportunidade. O técnico Marcelo Oliveira trocou o apagado Luan por Willian.

Os dois times mostravam pouca inspiração nas manobras ofensivas. Aos 19 minutos, após chutão de Cavalieri, a bola acabou nos pés de Rafael Sobis na entrada da área mineira, mas a conclusão do atacante não levou perigo.

Aos 21 minutos, o Fluminense criou outra chance. Após cobrança de escanteio, a bola caiu nos pés de Fred que bateu com estilo, mas a bola saiu. No lance seguinte foi a vez de o Cruzeiro chegar bem perto do gol. Everton Ribeiro recebeu passe de Egídio e chutou forte. Diego Cavalieri se esticou e desviou, com a ponta dos dedos, para escanteio.

O técnico Vanderlei Luxemburgo colocou os jovens Igor Julião e Kennedy para tentar dar maior velocidade ao time das Laranjeiras. E aos 32 minutos, o Fluminense marcou. Carlinhos cruzou para a área, Kennedy tentou a conclusão, de bicicleta, e a bola sobrou para Fred que usou a cabeça para colocar a bola nas redes de Fábio.

A vantagem animou o time carioca que quase anotou o segundo, aos 37 minutos, com Igor Julião, mas Fábio, em dois tempos, fez a defesa. O Cruzeiro teve chance de empatar aos 42 minutos, mas o atacante Ricardo Goulart desperdiçou a oportunidade, cabeceando para fora e o Fluminense soube administrar a vantagem até o apito final.

FICHA TÉCNICA - FLUMINENSE 1 X 0 CRUZEIRO
Local:
Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 31 de maio de 2013 (Quarta-feira)
Horário: 21h50 (de Brasília)
Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (GO)
Assistentes: Fabricio Vilarinho da Silva (GO) e Joao Patricio de Araujo (GO)
Cartões Amarelos: Wagner, Diguinho e Fred (Flu); Mayke, Dedé (Cru)

Gol
FLUMINENSE: Fred aos 32 minutos do segundo tempo

FLUMINENSE: Diego Cavalieri; Jean, Gum, Leandro Euzébio e Carlinhos; Edinho, Diguinho (Igor Julião), Deco (Felipe) e Wágner (Kennedy); Rafael Sobis e Fred
Técnico: Vanderlei Luxemburgo

CRUZEIRO: Fábio, Mayke, Dedé, Bruno Rodrigo e Egídio; Nilton, Souza, Everton Ribeiro, Ricardo Goulart e Luan (Willian); Vinícius Araújo (Lucca)
Técnico: Marcelo Oliveira

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.