Tamanho do texto

Derrota por 2 a 0 na Argentina para o Newell's Old Boys deixa Atlético-MG mais distante de vaga na final da Libertadores

O goleiro Nahuel Guzman sai nos pés de Bernard e desarma meia atleticano
Eduardo Di Baia/AP
O goleiro Nahuel Guzman sai nos pés de Bernard e desarma meia atleticano

O Atlético-MG não conseguiu repetir as mesmas atuações do início da Libertadores e acabou derrotado por 2 a 0, para o Newell’s Old Boys  nesta quarta-feira. Com o resultado, o sonho de conquistar o inédito título da principal competição de clubes da América ficou mais distante, mas não impossível segundo o armador Ronaldinho Gaúcho, discreto na partida.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

"A gente vai fazer de tudo, mas a gente vai classificar para a próxima fase. Um resultado que a gente não esperava, mas vamos continuar brigando até o final. Não tem nada acabado, vamos dar a volta por cima. Começamos o segundo tempo muito bem, mas no bate e rebate em uma bola aérea, acabou saindo o primeiro gol. Dentro de casa a mesma pressão que eles fizeram aqui, lá vai ser em dobro", declarou.

O jovem Bernard também acredita que é possível reverter a situação jogando no Independência, mas afirma que o Galo não pode ficar afobado para marcar logo os gols necessários. Bernard ainda alerta que é importante ter cautela para não levar gols atuando no Independência, o que deixaria a missão alvinegra quase impossível.

"Temos de ser realistas, se tomar um gol em casa complica tudo. Temos que ir em busca dos gols, mas sabendo o momento de atacar e de defender. Sabemos que temos uma invencibilidade muito grande dentro do nosso estádio, mas isso não vai ganhar este jogo. Vamos ter que correr mais, criar mais e ter que marcar mais. Ainda temos um sonho e vamos em busca de disso", afirmou.

*Com Gazeta