Tamanho do texto

Tática de esconder time da imprensa já foi utilizada, sem sucesso, nos jogos decisivos da Copa Libertadores com o Atlético-MG e diante do Corinthians na semifinal do Paulistão

São Paulo treina com os portões fechados à imprensa antes de jogar Recopa com o Corinthians
Rubens Chiri/saopaulofc.net
São Paulo treina com os portões fechados à imprensa antes de jogar Recopa com o Corinthians

O técnico Ney Franco decidiu fechar os treinos do São Paulo nos dois dias que antecedem a primeira partida da Recopa Sul-Americana contra o Corinthians. Estratégia que já foi utilizada, sem sucesso, nos jogos decisivos da Copa Libertadores com o Atlético-MG e diante do próprio arquirrival na semifinal do Paulistão.

LEIA: Luis Fabiano rebate rótulo de "artilheiro dos gols inúteis"

Tanto antes do compromisso de ida das oitavas de final continental quanto do clássico contra o Corinthians pelo mata-mata do Estadual, o São Paulo treinou com os portões fechados. O mesmo aconteceu na véspera do duelo de volta contra os mineiros.

Se algo especial foi trabalhado nestas ocasiões, não deu certo. O São Paulo perdeu duas vezes para o Atlético-MG (2 a 1 no Morumbi e 4 a 1 no Independência) e foi eliminado pelo Corinthians do Paulistão após empate por 0 a 0 e derrota nos pênaltis.

MAIS: Atacante diz que Recopa é chance para São Paulo reconquistar torcida

Para o compromisso válido pela Recopa, o atacante Luis Fabiano afirmou nesta segunda-feira que nada além do normal foi trabalhado. O atacante chegou a dizer que nem sabia que a atividade estava fechada para os profissionais da imprensa. O mesmo irá acontecer na terça.

O São Paulo recebe o Corinthians no Morumbi às 21h50 (horário de Brasília) desta quarta-feira. A partida de volta está marcada para o próximo dia 17, no Pacaembu.