Tamanho do texto

Volante brasileiro, que defendeu a seleção espanhola, é o novo reforço da equipe que já teve os brasileiros Pelé e Carlos Alberto Torres

O meia Marcos Senna acertou a sua ida para o New York Cosmos
EFE
O meia Marcos Senna acertou a sua ida para o New York Cosmos

Após atuar pelo Villarreal nos últimos onze anos, o volante Marcos Senna tem novo destino. Nesta quinta-feira, o New York Cosmos, time que já contou com Pelé, Carlos Alberto Torres e Beckenbauer, confirmou a contratação do meio-campista, que foi tratado como uma "lenda" pelo clube norte-americano.

Os ajustes finais para a assinatura do contrato serão realizados nas próximas horas, quando o experiente jogador, de 36 anos, realizará exames médicos e testes físicos. Empolgado com o novo passo na carreira, o volante destacou a oportunidade recebida em território norte-americano.

"Este é um momento muito especial para mim, pois enfrentarei um novo desafio. Ao mesmo tempo, foi uma decisão difícil deixar o Villarreal depois de 11 temporadas", exaltou o meio-campista.

Criado nas categorias de base do Rio Branco, Marcos Senna ainda passou por América-SP, Corinthians, Juventude e São Caetano antes de rumar ao VIllarreal, em 2002, por 600 mil euros (aproximadamente R$ 1,7 milhões). O atleta alcançou seu auge fora do País e se naturalizou espanhol, conquistando o título da Eurocopa de 2008.

Em sua trajetória no Villarreal, Marcos Senna disputou 313 partidas e marcou 29 gols. A principal campanha da equipe aconteceu na Liga dos Campeões da Europa de 2005/2006, quando alcançou inédita semifinal e acabou eliminado nos pênaltis. Pela seleção espanhola, entrou em campo em 29 oportunidades.

"Estamos muito satisfeitos em contar com Marcos Senna na equipe. Sua reputação e suas conquistas ao longo de sua carreira falam por si só. Ele é o tipo de atleta que faz com que todos em seu time melhorem. Sua experiência e liderança será valiosa para nós", destacou o treinador Giovanni Savarese.

Fundando em 1971, o New York Cosmos viveu seu auge em sua primeira década, contratando jogadores conhecidos mundialmente. O clube se despediu do futebol em 1984, mas retomou o projeto em 2009. Atualmente, disputa a North American Soccer League (Nasl), espécie de segunda divisão dos Estados Unidos, e tenta vaga na Major League Soccer (MLS), principal competição do país.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.