Tamanho do texto

Time de Cuca leva dois gols, segura ritmo do rival, desconta no final do segundo tempo e comemora estadual pelo segundo ano consecutivo

Diego Tardelli tenta superar marcação cruzeirense
Yuri Edmundo/Gazeta Press
Diego Tardelli tenta superar marcação cruzeirense

A tarefa do Cruzeiro para conquistar o título mineiro não era simples: a equipe precisava reverter uma derrota por 3 a 0 para o Atlético-MG no jogo de ida. Mesmo assim, o time se aproximou disso e marcou dois gols no primeiro tempo, mas desacelerou no segundo. A vitória por 2 a 1 no Mineirão não foi suficiente. O Atlético-MG conquistou o bicampeonato.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

Todos os gols da partida foram marcados de pênalti. No primeiro tempo, Dagoberto converteu uma penalidade sofrida por ele próprio aos 17 minutos e outra marcada sobre Borges aos 32 minutos. No segundo tempo, aos 33 minutos, foi a vez de Ronaldinho marcar após Luan sofrer pênalti.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

A etapa inicial foi jogada em alto nível, principalmente pelo Cruzeiro, que pressionava em busca do resultado. O Atlético, porém, também levava perigo em jogo era muito movimentado. A etapa final foi menos, por outro lado, foi menos intensa e teve maior domínio dos visitantes.

Assim, o Atlético chega ao bicampeonato mineiro pela primeira vez desde 2000. A equipe conquistou o 42º título estadual, ficando com sete conquistas a mais do que o próprio Cruzeiro.

FICHA TÉCNICA
CRUZEIRO 2 X 1 ATLÉTICO-MG

Local: Estádio Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Data: 19 de maio de 2013 (domingo)
Horário: 16 horas(de Brasília)
Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (FIFA/RS)
Assistentes: Rodrigo Pereira Jóia (FIFA/RJ) e Rodrigo F. Henrique Correa (FIFA/RJ)
Cartões amarelos: Borges, Leandro Guerreiro, Diego Souza e Nilton (Cruzeiro); Gilberto Silva e Ronaldinho (Atlético-MG)
Cartão vermelho: Luan (Atlético-MG)
Gols: CRUZEIRO: Dagoberto, aos 17 e aos 32 minutos do primeiro tempo
ATLÉTICO-MG: Ronaldinho, aos 33 minutos do segundo tempo

CRUZEIRO: Fábio; Ceará (Mayke), Paulão, Léo e Egídio; Leandro Guerreiro, Nilton, Everton Ribeiro e Diego Souza (Ricardo Goulart); Dagoberto e Borges (Anselmo Ramon)
Técnico: Marcelo Oliveira

ATLÉTICO-MG: Victor; Marcos Rocha, Réver, Gilberto Silva e Richarlyson; Josué, Leandro Donizete, Bernard (Luan), Ronaldinho e Diego Tardelli (Leonardo Silva); Jô (Alecsandro)
Técnico: Cuca

*Com Gazeta