Tamanho do texto

O agora ex-reserva do Palmeiras não vê surpresa em suas atuações decisivas diante de Santos e Tijuana

A atual sequência de atuações decisivas do Bruno só não é maior por conta do rebaixamento do Palmeiras no Campeonato Brasileiro. A opinião é do próprio goleiro, que aprovou suas atuações, apesar dos meus resultados do time, desde quando assumiu a condição de titular no ano passado, sendo campeão e eleito o melhor de sua posição na Copa do Brasil.

Bruno esquece falha e vira protagonista em decisões do Palmeiras

"Tive uma sequência boa desde a Copa do Brasil, vinha fazendo boas partidas, com uma regularidade boa. Mas acabamos caindo", lamentou o camisa 1, que já disse nunca ter perdido a confiança, até porque considera que foi bem, apesar de a equipe ter terminado o Brasileiro na antepenúltima posição. "Fiquei feliz com as minhas atuações."

Bruno, goleiro do Palmeiras
Marcello Zambrana/Gazeta Press
Bruno, goleiro do Palmeiras

E é baseado em seu desempenho na última temporada que o goleiro se apega para mostrar que nunca teve dúvidas de sua capacidade. Embora Gilson Kleina tenha solicitado a contratação de Fernando Prass por não ter plena confiança em Bruno, o agora ex-reserva não vê surpresa em suas atuações decisivas diante de Santos e Tijuana. No México, até escolhe suas intervenções prediletas no 0 a 0 no México.

Palmeiras já pede para torcida transformar Pacaembu em "caldeirão"

Um chute de Riasco que quase o encobriu no segundo tempo ainda é guardado na memória do camisa 1. "Tinha muita gente na frente, a bola fez uma curva muito grande. Dei um passou para a direita, acompanhando a curva, e tive que voltar. Por só enxergar a bola quando ela passou, foi muito difícil", disse o goleiro. "Mas gostei de todas as defesas. Tive uma boa atuação."

Independentemente da lesão de Fernando Prass, que ficará ao menos mais quatro semanas fora por contusão no ombro esquerdo, Bruno discorda de qualquer desconfiança e diz que não preciso provar mais nada como ninguém. E tem seus dois últimos jogos como argumento. "Estou muito feliz por voltar a fazer boas atuações e ajudar o Palmeiras. É mais um motivo de felicidade", sorriu.

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.