Tamanho do texto

Principal dúvida do comandante para a o duelo está na lateral-direita. Treinador do Santos espera aval da psicóloga para saber se poderá escalar Rafael Galhardo

Pela primeira vez na semana, Neymar treinou no gramado do CT Rei Pelé. Após ficar em tratamento no Cepraf (Centro de Excelência em Prevenção e Recuperação para Atletas de Futebol), de segunda até quarta-feira, por conta de dores musculares na coxa esquerda, o atacante treinou ao lado dos seus demais companheiros na tarde desta quinta. O camisa 11 do Santos participou normalmente da atividade tática orientada pelo técnico Muricy Ramalho.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

Com Neymar, o treinador ensaiou a equipe praiana para o jogo contra o Mogi Mirim, no próximo sábado, às 18h30 (horário de Brasília), no Estádio Romildão, pelas semifinais do Campeonato Paulista. Para não dar pistas ao seu adversário, Muricy fechou o treinamento durante 20 minutos, antes de permitir a entrada dos jornalistas no local.

A principal dúvida do comandante para a o duelo está na lateral-direita. Mesmo com Rafael Galhardo treinando durante toda a semana, Muricy Ramalho deseja contar com o aval da psicóloga Juliana Fechio para escalar o jogador. O ala ainda está abalado emocionalmente pela morte do seu irmão, Marquinhos Galhardo, na semana passada.

Caso Rafael Galhardo não possa atuar, a tendência é que o meia Felipe Anderson seja improvisado no setor. Até porque Bruno Peres está em fase final de tratamento, depois de apresentar uma lesão no músculo adutor da coxa esquerda, e o volante Alan Santos, outra opção para a lateral, se recupera de uma contusão no bíceps femoral (região posterior) da coxa esquerda.

Sendo assim, a tendência é que o time santista alinhe com a seguinte escalação diante do Mogi: Rafael; Rafael Galhardo (Felipe Anderson), Edu Dracena, Durval e Léo; Renê Júnior, Arouca, Cícero e Montillo; André (Miralles) e Neymar.

*Com Gazeta