Tamanho do texto

Para Danilo, o Corinthians não deve deixar o tropeço em La Bombonera ser um abalo emocional para o clássico com o São Paulo

Danilo em ação pelo Corinthians
Mauro Horita /Gazeta Press
Danilo em ação pelo Corinthians

O médico Júlio Stancati foi um dos primeiros membros da delegação do Corinthians a desembarcar no aeroporto de Guarulhos, no início da noite desta quinta-feira, um dia após a derrota por 1 a 0 sobre o Boca Juniors. E logo minimizou o problema que fez o meia Danilo ser substituído por Jorge Henrique em La Bombonera: "Foi só cansaço, fadiga muscular. Ele estava bem no avião. Vamos fazer uma reavaliação, mas não deverá ser problema".

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

O discurso de Danilo foi um pouco menos otimista. "Está doendo bastante", disse o veterano, que prometeu se empenhar para ter condições de enfrentar o São Paulo no domingo, no Morumbi, pelas semifinais do Campeonato Paulista. "Tenho dois dias para me tratar e vou fazer o máximo para estar em campo. É um jogo importantíssimo para nós."

Para Danilo, o Corinthians não deve deixar o tropeço em La Bombonera ser um abalo emocional para o clássico com o São Paulo. "Uma coisa não tem nada a ver com a outra. A gente tem que separar bem os dois campeonatos. Queremos fazer um grande jogo no domingo", discursou.

Leia mais: Romarinho chega ao Brasil de cara fechada e diz ter gostado do jogo

Na primeira fase do Campeonato Paulista, Danilo foi decisivo para o Corinthians superar o São Paulo no Estádio do Morumbi. Foi do meia-atacante o primeiro gol da vitória por 2 a 1 sobre o rival, de virada, com um belo chute de fora da área.