Tamanho do texto

Dono da melhor campanha na fase de grupos da Libertadores, time mineiro terá praticamente força máxima no jogo de ida das oitavas. Jô é a única dúvida

Ronaldinho Gaúcho, meia do Atlético-MG
Divulgação
Ronaldinho Gaúcho, meia do Atlético-MG

O técnico Cuca comandou um treinamento tático nesta terça-feira, na Cidade do Galo, e definiu o time do Atlético-MG para o confronto de ida das oitavas de final da Libertadores. O treinador parou a atividade várias vezes para orientar o posicionamento dos atletas em campo. Os atleticanos terão força praticamente máxima contra o São Paulo.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

A única dúvida era no ataque entre Alecsandro e Jô, que vinha reclamado de dores musculares, mas confirmou presença com a participação no coletivo. Com isso, o Atlético-MG vai entrar em campo com: Victor; Marcos Rocha, Réver, Gilberto Silva e Richarlyson; Pierre, Leandro Donizete, Ronaldinho e Tardelli; Bernard e Jô. O zagueiro Leonardo Silva é o único desfalque pelo excesso de cartões amarelos.

Uma das novidades para essa partida é o volante Josué, que não estava inscrito na fase de grupos e agora já pode atuar pela Libertadores. O jogador segue com o elenco para a capital paulista, mas será opção no banco de reservas. Além de Josué e os retornos de Tardelli e Bernard, o Atlético-MG conta Ronaldinho Gaúcho para desequilibrar a partida no Morumbi.

"Estou 100%, bem treinado, com essa alegria de ter minha família, tempo para treinar para chegar bem na quinta-feira", disse Ronaldinho, que lançou uma linha de produtos com seu nome. "No momento maravilhoso que venho vivendo, o carinho que sempre recebi aqui desde o primeiro dia. Agora vem essa possibilidade e fiquei muito feliz com essa ideia que tiveram. Ter o meu nome cada vez mais ligado ao Atlético-MG é algo que me dá muita alegria", comentou.

*Com Gazeta