Tamanho do texto

"Cadê o Brasil? A equipe invencível, favorita em todos os torneios, do jogo bonito... Desapareceu?", ironizou o argentino Olé

Detentora de cinco títulos da Copa do Mundo, a seleção brasileira mais uma vez é assunto de veículos de imprensa ao redor do planeta. Após o empate da equipe verde-amarela por 2 a 2 com o Chile, nesta quarta-feira, no Mineirão, jornais mundiais repercutiram o desempenho dos atletas nacionais e as vaias dos espectadores presentes nas arquibancadas do estádio localizado em Belo Horizonte.

Felipão reconhece que Brasil está devendo e aceita vaias da torcida

A publicação argentina Olé , conhecida por suas capas e manchetes bem humoradas, levanta diversos questionamentos sobre a apresentação nacional: "Cadê o Brasil? A equipe invencível, favorita em todos os torneios, do jogo bonito... Desapareceu?". Ainda na matéria sobre o jogo, o jornal destaca as vaias dos torcedores e os gritos de apoio quando os chilenos tocavam na bola.

Felipão classifica como "razoável" a atuação de Ronaldinho Gaúcho em MG

Já o principal periódico chileno, La Tercera , prioriza a atuação da seleção de seu país. Na visão do jornal, a equipe comandada por Jorge Sampaoli "brilhou" na partida no Mineirão. O atacante Eduardo Vargas, que defende o Grêmio e marcou o segundo gol do adversário brasileiro, é bastante elogiado na descrição do confronto.

Felipão observa desempenho da seleção brasileira
Vipcomm
Felipão observa desempenho da seleção brasileira

CBF divulga calendário da seleção para restante da temporada 2013

Em território europeu, o jornal AS , da Espanha, também estampa as vaias aos jogadores da Seleção Brasileira logo no título da matéria sobre o jogo. Segundo a publicação, o Chile mostrou concentração muito maior em relação ao time comandado por Luiz Felipe Scolari e soube aproveitar os espaços deixados em campo. Além disso, afirma que Neymar usou sua velocidade para incomodar a zaga rival pelo lado esquerdo.

De maneira geral, o desempenho da Seleção Brasileira não foi bem visto pela imprensa mundial. Desde que Luiz Felipe Scolari substituiu Mano Menezes no comando da Seleção Brasileira, em novembro de 2012, o País conquistou apenas uma vitória, contra a Bolívia. A equipe verde-amarela ainda empatou com Itália, Rússia e Chile e perdeu para Inglaterra.