Tamanho do texto

Antes do início das fases eliminatórias no Paulistão e na Libertadores, técnico são-paulino vive dúvida na latera-esquerda

O lateral esquerdo Cortez já foi titular absoluto do São Paulo e perdeu espaço nesta temporada. Na partida em que teve a chance de mostrar novamente seu futebol ao técnico Ney Franco, o atleta decepcionou e não atuou bem na derrota para o Mogi Mirim, neste domingo, pelo Campeonato Paulista.

São Paulo reserva perde para Mogi e pega Penapolense nas quartas

Titular desde o início da temporada, Cortez perdeu espaço para Carleto
Vipcomm
Titular desde o início da temporada, Cortez perdeu espaço para Carleto

"É um jogador que já teve convocação para a Seleção e finalizou o ano passado muito bem, entre os que mais jogaram. Ele teve participação muito importante na Sul-americana e na reta final do Brasileiro. Neste ano, a equipe alternou, e não só o Cortez, mas, nos jogos com a equipe B, o Carleto começou a se sobressair e ganhou a posição", afirmou o treinador.

Como o São Paulo já estava classificado antecipadamente em primeiro lugar no Paulistão, Ney Franco decidiu dar descanso aos titulares, abrindo espaço para garotos e outros reservas neste domingo. Cortez foi um dos atletas que ganharam oportunidade, mas acabou substituído por Henrique Miranda no segundo tempo.

Médico do São Paulo espera liberar Luis Fabiano para as quartas do Paulistão

A partida deste domingo reforçou para Ney Franco a condição de titular de Carleto, que voltou ao Tricolor no início do ano, depois de ter sido emprestado ao Fluminense. Mesmo assim, o técnico promete continuar de olho no lateral reserva.

"Há uma briga pela posição. Agora, o Carleto está em um momento melhor, mas isso não significa que o Cortez é um jogador que nós perdemos", completou o comandante.

Já o garoto Henrique Miranda, formado nas categorias de base do clube, segue como terceira opção na hierarquia da posição no elenco de Ney Franco.