Tamanho do texto

Atacante fez o único gol na vitória de 1 a 0 sobre o rival, enquanto o goleiro conseguiu segurar o ataque do adversário

A vitória do Ceará por 1 a 0 no clássico com o Fortaleza disputado na Arena Castelão no último domingo teve dois protagonistas. No setor ofensivo, Lulinha comandou as jogadas do Ceará e marcou o único gol da partida. Já na defesa, Fernando Henrique segurou o ataque do Fortaleza e garantiu o triunfo alvinegro na 11ª rodada do segundo turno do Campeonato Cearense.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

Artilheiro do Ceará na temporada com sete gols, Lulinha conquistou de vez a confiança da torcida neste final de semana. O jogador revelado pelo Corinthians alternava grandes exibições com atuações irregulares, mas o desempenho no Clássico-Rei serviu para dar mais confiança ao jogador.

"Estou feliz, muito mais pela vitória. Chegamos ao segundo lugar, com 19 pontos, e passamos o Fortaleza, que era uma meta nossa. A fase está maravilhosa e só tenho que agradecer ao clube e a Deus. Só Ele e minha família sabem como foi esse começo de ano, as dificuldades para conseguir um clube. O Ceará abriu a porta para mim e hoje estou retribuindo da melhor forma", desabafou o ex-jogador do Bahia ao jornal O Povo .

Veja também: Torcedores do Ceará são mortos antes de clássico com o Fortaleza

Muito criticado após a atuação atrapalhada na vitória por 4 a 3 sobre o Ceilândia na Copa do Brasil, Fernando Henrique se redimiu diante do Fortaleza. O goleiro fez grandes defesas e saiu do gramado da Arena Castelão comemorando a atuação, principalmente pelo lance em que evitou chance clara do lateral Edson Souza."Não fui bem no último jogo, mas hoje (domingo) consegui uma grande partida. O mais importante é que estou indo bem neste ano e o grupo todo está de parabéns. Costumo comemorar minhas defesas como se fossem um gol. Teve uma no fim no jogo que foi muito boa", celebrou o arqueiro em entrevista coletiva após o Clássico-Rei.

Leia também: Ceará supera Fortaleza no Castelão, mas Icasa fica com a liderança

Se Lulinha e Fernando Henrique ainda comemoram a vitória sobre o Fortaleza, o técnico Leandro Campos já tem de mudar o foco para a partida contra o Guarani. O treinador do Vozão não terá quatro jogadores para enfrentar a equipe de Juazeiro às 20h15 (de Brasília) desta quinta-feira no Castelão. O zagueiro Potiguar e o lateral Eric, expulsos, e o meia Ricardinho, com terceiro cartão amarelo, cumprem suspensão, enquanto o volante Everton sofreu lesão muscular e deve ficar de fora por até três semanas.

Reforços na mira

Em entrevista ao jornal O Povo , o presidente do Ceará, Evandro Leitão revelou estar negociando a vinda de dois jogadores para a sequência da temporada. O jovem meia Erivélton, destaque do Horizonte no Cearense, e o experiente centroavante Leandrão, hoje no Rio Branco-SP e jogador de Leandro Campos no ABC, foram elogiados pelo mandatário e têm grandes chances de desembarcar em Porangabuçu.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.