Tamanho do texto

No outro jogo da tarde, o Bahia de Feira de Santana bateu fora de casa o Juazeiro com tranquilidade, por 3 a 0.

Obina tenta jogada pelo Bahia no jogo diante do Vitória da Conquista
Edson Ruiz/Gazeta Press
Obina tenta jogada pelo Bahia no jogo diante do Vitória da Conquista

Joel Santanta estreou com o pé esquerdo em sua quarta passagem pelo Bahia. Neste domingo, o Tricolor empatou por 1 a 1 com o Vitória da Conquista, e saiu da Fonte Nova vaiado. Assim, a equipe da capital segue sua campnha pouco inspirada até aqui no Estadual, com seis pontos conquistados, apesar de liderar o Grupo A.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

A partida começou disputada, com os dois lados criando boas chances, com Raul, do Vitória, se destacando e criando as principais jogadas dos visitantes. Mesmo assim, ele não esteve diretamente envolvido na jogada que abriu o placar. Aos 23 minutos, após cobrança de escanteio de Alessandro, Sílvio subiu mais do que a marcação e, de cabeça, fez 1 a 0 para a equipe visitante. O segundo gol saiu oito minutos depois, também de cabeça, mas no outro lado do campo. Após cobrança de escanteio, Obina pulou e mandou no canto do goleiro, deixando tudo igual.

Na etapa final, o meia Raul continuava como o jogador mais perigoso do Vitória da Conquista. O Bahia tentava as armar as jogadas com o meia Paulo Rosales, que lançava os dois centroavantes Obina e Souza. Os dois jogadores de frente, no entanto, não conseguiam balançar as redes, e Souza acabou sendo vaiado ao ser substituído por Zé Roberto.

Apesar da maior posse de bola do Tricolor, o placar não foi alterado e a reestreia de Joel Santana passou longe do sonhado. No próximo domingo, o Bahia volta a campo pelo Estadual, dessa vez para enfrentar o Juazeirense, fora de casa. No mesmo dia, o Vitória da Conquista enfrenta como anfitrião o Botafogo-BA.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.