Tamanho do texto

A atribuição dos três pontos ao torcedor do Palmeiras chega ao ponto de o técnico dizer que a força vinda das arquibancadas compensou a expulsão de Wesley

Gilson Kleina observa jogo do Palmeiras
Gazeta Press
Gilson Kleina observa jogo do Palmeiras

Gilson Kleina não conseguiu conter a alegria pela vitória e a classificação antecipada para as oitavas de final da Libertadores . O time e o técnico se sentiram tão ligados aos torcedores palmeirenses que encheram o Pacaembu nesta quinta-feira que até quem já tinha ido aos vestiários voltou para saudá-los, com Vinicius indo ao alambrado. A comemoração empolgou o treinador.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

“Foi brilhante. Já tivemos várias emoções no futebol, mas o apoio com essa química... Ter 35 mil pessoas atuando é só para quem tem essa camisa”, definiu Kleina depois do 1 a 0 imposto diante do Libertad com quase 34 mil pagantes. “Tenho um carinho e um respeito muito grandes na alegria e na tristeza pelo torcedor. Minha sensação é de que conseguimos dar um pequeno presente para o torcedor.”

A atribuição dos três pontos ao torcedor chega ao ponto de o técnico dizer que a força vinda das arquibancadas compensou a expulsão de Wesley aos 16 minutos do segundo tempo. “Foram dois jogos distintos, com 11 contra 11 e com 11 contra dez, mas o Libertad só atacou no comecinho, quando erramos passes, e depois da expulsão. Vencemos uma das grandes equipes do grupo”, celebrou.

Leia mais: “Artilheiro”, Charles celebra vitória na raça e exalta permanência de Kleina

Se há duas semanas muitos torcedores exigiam a sua demissão após a derrota por 6 a 2 para o Mirassol, nesta quinta-feira Kleina considerou viver um dos melhores dias de sua carreira. “O sentimento é de que o torcedor comprou a ideia e que o jogador vai correr por eles. Para quem está no futebol, não tem coisa melhor do que saber que o estádio está cheio e vai te apoiar. É uma magia inexplicável, te dá mais energia e motivação.”

Com tudo o que foi visto, a qualidade do Libertad, sempre ressaltada pelo treinador, e os momentos de desorganização da equipe em campo foram superados. “É um momento de muita alegria, não resta a menor dúvida. Principalmente do jeito que foi e do jeito que está sendo. Mais uma vez aumentaram os obstáculos durante o jogo, e mais uma vez aumentaram a gana e a vontade de vencer”, apontou Kleina.

Veja também: Após polêmica sobre renovação, Souza cobra valorização

“É muito legal ver o jogador com apoio total do torcedor. Essa é a magia. E a força veio de fora. Os torcedores viram que a força deles faz diferença e, com um a menos, podemos suportar o jogo. Todos se abraçaram. A causa é por todo um Palmeiras. E vamos manter esse foco e atitude, o torcedor pode acreditar”, prometeu o técnico.

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.