Tamanho do texto

Técnico corintiano elogiou os goleiros adversários, mas cobrou um melhor aproveitamento de seus cobradores. Corinthians perdeu quatro pênaltis nesta temporada

Tite em treino do Corinthians
Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians
Tite em treino do Corinthians

O técnico Tite já começou nesta semana a dedicar mais tempo aos treinos de pênaltis no Corinthians . Com quatro cobranças desperdiçadas pelo time na temporada, o treinador assumiu para a equipe a responsabilidade nos erros deste ano e prometeu exercitar cada vez mais as batidas diretas da área.

Deixe o seu recado e comente esta notícia com outros torcedores

"Coerentemente, como não creio em sorte, também não acredito em azar. Foi falta de treinamento maior da nossa parte e de uma sequência, além de os goleiros adversários terem se saído bem. Vamos intensificar os treinos", afirmou o comandante, em entrevista à TV Bandeirantes .

Leia mais: Tite afirma que Palmeiras pode vencer a Libertadores: "Tem qualidade"

Em 2013, o Timão desperdiçou cobranças com Paolo Guerrero, Chicão e Emerson (duas vezes). Em uma das falhas de Sheik, Tite recordou que o atacante não era o escolhido para a cobrança na vitória contra o Oeste.

"Como o Chicão estava fora do time, o Douglas era o batedor e falei isso para ele quando o árbitro marcou. E ele foi falar com o Emerson, mas não disse o que eu tinha falado, só perguntou se (o atacante) estava bem. Depois do jogo, o Emerson falou que ele não tinha dito nada", afirmou Tite, entre risos.

Antes da partida contra o San José, Tite definiu a hierarquia de batedores com Paolo Guerrero, Romarinho e Emerson, sem considerar Alexandre Pato, que não iniciou entre os titulares contra os bolivianos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.