Tamanho do texto

Os dois atletas chegaram a ser inscritos pelo Grêmio na primeira fase da competição e não podem atuar pelo alviverde

Leandro é o grande destaque do Palmeiras
Miguel Schincariol/ Gazeta Press
Leandro é o grande destaque do Palmeiras

O Palmeiras não poderá usar o atacante Leandro e o volante Leo Gago nas oitavas de final da Libertadores. A Conmebol negou o pedido do Verdão, que tinha a intenção de inscrever os dois atletas na próxima etapa da competição.

Palmeiras repete Criciúma e é segundo time da Série B a avançar na Libertadores

A negativa da entidade continental se deu pelo fato de ambos já terem sido inscritos na primeira fase pelo Grêmio, no começo do ano, antes de terem sido emprestados pelo clube gaúcho. De acordo com o regulamento da Conmebol, um atleta não pode disputar a mesma edição do torneio por dois clubes diferentes.

Palmeiras leva mais público na última rodada, mas Corinthians tem renda maior

Sem poder usar a dupla, o técnico Gilson Kleina deve apostar em outros jogadores do próprio elenco na próxima fase - a Conmebol permite três alterações entre os 30 relacionados para a etapa de grupos. O meia Rondinelly, por exemplo, também veio do Grêmio e chegou ao Palmeiras depois do prazo de inscrição, mas não foi relacionado na Libertadores pelo Tricolor gaúcho. Quem tem ainda mais chances de estar na etapa de mata-mata é o zagueiro André Luiz, que também não foi contratado pelo Alviverde a tempo de disputar a fase de grupos.

Além disso, não está descartada a inscrição de um atacante que venha a ser contratado. Embora não seja mais possível trazer neste semestre reforços que atuem fora do Brasil, o Palmeiras continua buscando em território nacional um jogador para a posição.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.