Tamanho do texto

Artilheiro do clube tem contrato de empréstimo válido até o fim do ano e, caso o Grêmio negocie o jogador com um clube do exterior, o Palmeiras vai receber só 15% do valor

Leandro comemora gol do Palmeiras na vitória contra o Botafogo-SP
Fernando Dantas/Gazeta Press
Leandro comemora gol do Palmeiras na vitória contra o Botafogo-SP

O atacante Leandro, sem dúvida, é o principal destaque do Palmeiras na temporada. Envolvido na polêmica negociação que levou o argentino Hernán Barcos para o Grêmio, o jovem jogador não sentiu o peso da camisa alviverde. Com atuações convincentes e gols importantes pelo clube paulista, o atacante foi convocado para a seleção brasileira e até deixou sua marca na goleada de 4 a 0 contra a Bolívia . Apesar do sucesso, Leandro escancara a negociação ruim conduzida pela diretoria do Palmeiras.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

Além de não poder ajudar a equipe de Gilson Kleina na disputa da Copa Libertadores por ter sido inscrito na competição continental como jogador do Grêmio, Leandro chegou ao Palmeiras por empréstimo válido apenas até o fim da temporada. Para piorar, caso o clube gaúcho aproveite o sucesso do jogador para negociá-lo com uma equipe do exterior, o Palmeiras pode perder seu artilheiro na temporada antes do término da Série B.

Leia mais: Brunoro vê semelhanças entre Palmeiras de 1992 e 2013 e relativiza atrasos

Com seis gols marcados, o atacante Leandro é o artilheiro do Palmeiras nesta temporada
Gazeta Press
Com seis gols marcados, o atacante Leandro é o artilheiro do Palmeiras nesta temporada

Pelo contrato, enquanto Leandro estiver no Palmeiras, o Grêmio pode negociar o atacante com outra equipe. Para isso, basta que o clube gaúcho repasse 15% do valor arrecadado ao Palmeiras. Nesse caso, a única alternativa do clube paulista para não perder seu artilheiro é exercer o poder de compra e pagar cinco milhões de euros (cerca de R$ 13 milhões) ao Grêmio.

Veja também: Após dois meses no cargo, Brunoro já vê Palmeiras mais estruturado

No entanto, com o clube atolado em dívidas, o próprio presidente Paulo Nobre admite que o Palmeiras não tem dinheiro para contratar Leandro em definitivo. "É um valor, hoje, fora dos padrões do Palmeiras, que tem uma dificuldade financeira muito grande”, explicou Nobre, em entrevista à TV Gazeta.

Confira ainda: Pedida de Souza está fora da realidade palmeirense, confirma Nobre

Responsável direto pela troca envolvendo o argentino Hernán Barcos e cinco jogadores do Grêmio (entre eles Leandro), José Carlos Brunoro foi procurado pela reportagem do iG para comentar o caso. Porém, o diretor executivo preferiu sair pela tangente. “Eu não falo mais sobre a negociação do Barcos”, disse.

*Colaborou Pedro Taveira

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.