Tamanho do texto

Souza e Kléber ressaltaram a garra gremista, que jogou com um a menos desde o fim do primeiro tempo, quando Cris foi expulso

Vargas disputa bola com Leandro Euzébio na Arena Grêmio
Stringer/Reuters
Vargas disputa bola com Leandro Euzébio na Arena Grêmio

Vencer ou empatar com o Fluminense eram dois resultados que teriam consequências parecidas para o Grêmio. Desde que não perdesse o jogo desta quarta, o time gaúcho obteria a vantagem de jogar pelo empate, no Chile, diante do Huachipato. Aliando isto ao fato de o time ter ficado com um jogador a menos ao final do primeiro tempo, o 0 a 0 acabou sendo valorizado pelos atletas gremistas.

Leia mais: Grêmio e Fluminense empatam e ficam a um ponto da vaga no Grupo 8

"Se a gente demonstrar esta garra lá no Chile, precisando do empate, certamente vamos sair com a classificação. Se a gente se conscientizar de que com 11 podemos jogar desta forma, ninguém entra na nossa zaga", animou-se o volante Souza. Seu companheiro de marcação no meio, Fernando, um dos destaques do jogo, não quis culpar o zagueiro Cris, expulso, pelas dificuldades enfrentadas pela equipe.

Kleber, que entrou no segundo tempo, revelou qual a estratégia adotada pelo Grêmio para os 45 minutos finais: "tentamos segurar a bola o máximo possível lá na frente, sofrer faltas, para ter a bola parada, ou tentar a jogada individual. É difícil com um a menos. Foi mais na garra e na vontade mesmo", explicou.

Veja as melhores fotos desta quarta pela Libertadores:


Para o Gladiador, o empate não foi mau negócio, mesmo dentro de casa: "a gente ia ter que empatar lá de qualquer forma, mesmo que vencesse hoje. O empate não muda muita coisa, por isso não foi ruim. A vitória ia ser importante hoje para somar pontos e jogar mais tranquilidade nas fases seguintes", avaliou o atacante.

O Grêmio voltará a campo no domingo, contra o Novo Hamburgo, pelo Gauchão. Classificado, o time deve entrar com reservas no fim de semana, para preservar os jogadores para a decisão contra o Huachipato. Na próxima quinta, dia 18, o Tricolor precisa só de um empate no Chile para sair classificado às oitavas de final.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.