Tamanho do texto

Clube carioca, atual campeão da Guanabara e líder do Grupo B da Taça Rio, vai a Moça Bonita nesta quarta

Líder do Grupo B da Taça Rio, segundo turno do Campeonato Carioca, com 12 pontos e 100% por cento de aproveitamento, o Botafogo enfrenta o Friburguense nesta quarta-feira, às 16h(de Brasília), em Moça Bonita, campo do Bangu, Zona Oeste do Rio de Janeiro, em duelo reprogramado da terceira rodada. Caso confirme o favoritismo e conquiste um triunfo, o Alvinegro, que no domingo derrotou o Olaria por 3 a 0, vai garantir a classificação para as semifinais com duas rodadas de antecipação. Já o Frizão tenta se recuperar da derrota de 2 a 1 para o Vasco e, com seis pontos, quer se manter vivo na luta pela classificação.

Lodeiro marcou um dos gols do Botafogo na vitória sobre o Olaria
Gazeta Press
Lodeiro marcou um dos gols do Botafogo na vitória sobre o Olaria

Oswaldo de Oliveira, técnico do Botafogo, conversou com seus jogadores sobre a importância de uma vitória nesta quarta-feira, que seria a sétima seguida do Glorioso na competição. O treinador reconhece que a classificação antecipada para as semifinais daria uma tranquilidade maior para o grupo.

“Os bons resultados sempre aumentam a confiança e mostram a maturidade do grupo. Ganhando do Friburguense vamos atingir um dos objetivos nesta Taça Rio, que é a classificação para as semifinais, e ainda vamos ficar em boas condições para sermos os primeiros do grupo e termos a vantagem do empate na próxima etapa. Portanto, nosso grupo está consciente da importância que este compromisso tem para o Botafogo”, afirmou Oswaldo.

Os jogadores do Botafogo reconhecem que a partida terá algumas dificuldades a mais. Além da péssima qualidade do gramado de Moça Bonita e do calor que deverá estar fazendo na hora da partida, o Glorioso terá que superar o desgaste de uma martona, pois este será o terceiro jogo em um intervalo de sete dias. Mas, apesar disso, a palavra de ordem é superação.

“Nós sabemos que as dificuldades serão grandes, não apenas calor, desgaste, mas também a qualidade do adversário, que tem seus planos dentro da competição. Mas o Botafogo está empenhdo em conquistar o título e sabe que para isso é muito importante poder de superação. Vamos nos empenhar muito para somarmos esses três pontos”, disse o meia uruguaio Lodeiro.

O Botafogo conta com reforços importantes para esta partida. O goleiro Jéfferson e o zagueiro Dória, ambos que ficaram de fora contra o Olaria por estarem servindo à Seleção Brasileira, reaparecem nas vagas de Renan e André Bahia, respectivamente. O meia holandês Seedorf também está à disposição após ser poupado no fim de semana. Caso ele retorne, o atacante Bruno Mendes ficará como opção no banco de reservas.

Líder do Grupo B da Taça Rio, segundo turno do Campeonato Carioca, com 12 pontos e cem por cento de aproveitamento, o Botafogo enfrenta o Friburguense nesta quarta-feira, às 16h(de Brasília), em Moça Bonita, campo do Bangu, Zona Oeste do Rio de Janeiro, em duelo reprogramado da terceira rodada. Caso confirme o favoritismo e conquiste um triunfo, o Alvinegro, que no domingo derrotou o Olaria por 3 a 0, vai garantir a classificação para as semifinais com duas rodadas de antecipação. Já o Frizão tenta se recuperar da derrota de 2 a 1 para o Vasco e, com seis pontos, quer se manter vivo na luta pela classificação.

Oswaldo de Oliveira, técnico do Botafogo, conversou com seus jogadores sobre a importância de uma vitória nesta quarta-feira, que seria a sétima seguida do Glorioso na competição. O treinador reconhece que a classificação antecipada para as semifinais daria uma tranquilidade maior para o grupo.

“Os bons resultados sempre aumentam a confiança e mostram a maturidade do grupo. Ganhando do Friburguense vamos atingir um dos objetivos nesta Taça Rio, que é a classificação para as semifinais, e ainda vamos ficar em boas condições para sermos os primeiros do grupo e termos a vantagem do empate na próxima etapa. Portanto, nosso grupo está consciente da importância que este compromisso tem para o Botafogo”, afirmou Oswaldo.

Os jogadores do Botafogo reconhecem que a partida terá algumas dificuldades a mais. Além da péssima qualidade do gramado de Moça Bonita e do calor que deverá estar fazendo na hora da partida, o Glorioso terá que superar o desgaste de uma martona, pois este será o terceiro jogo em um intervalo de sete dias. Mas, apesar disso, a palavra de ordem é superação.

“Nós sabemos que as dificuldades serão grandes, não apenas calor, desgaste, mas também a qualidade do adversário, que tem seus planos dentro da competição. Mas o Botafogo está empenhdo em conquistar o título e sabe que para isso é muito importante poder de superação. Vamos nos empenhar muito para somarmos esses três pontos”, disse o meia uruguaio Lodeiro.

O Botafogo conta com reforços importantes para esta partida. O goleiro Jéfferson e o zagueiro Dória, ambos que ficaram de fora contra o Olaria por estarem servindo à Seleção Brasileira, reaparecem nas vagas de Renan e André Bahia, respectivamente. O meia holandês Seedorf também está à disposição após ser poupado no fim de semana. Caso ele retorne, o atacante Bruno Mendes ficará como opção no banco de reservas.

FICHA TÉCNICA
BOTAFOGO X FRIBURGUENSE

Local: Moça Bonita, no Rio de Janeiro(RJ)
Data: 10 de abril de 2013 (Quarta-feira)
Horário: 16 horas (de Brasília)
Árbitro: Daniel de Sousa Macedo (RJ)
Assistentes: Francisco de Sousa (RJ) e Diogo Silva (RJ)

BOTAFOGO: Jéfferson, Lucas, Bolívar, Dória e Julio Cesar; Marcelo Mattos, Gabriel, Fellype Gabriel, Lodeiro e Seedorf (Bruno Mendes); Rafael Marques
Técnico: Oswaldo de Oliveira

FRIBURGUENSE: Adilson, Sergio Gomes, Cadão, Diego Guerra e Flavinho; Bidu, Lucas, Marcelo e Jorge Luiz; Ziquinha e Rômulo
Técnico: Gerson Andreotti

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.