Tamanho do texto

Zagueiro são-paulino jogou ao lado dos reservas diante do Botafogo-SP, fez seu primeiro gol pelo time paulista e será titular novamente, desta vez contra a União Barbarense

O técnico Ney Franco confirmou nesta terça-feira que o zagueiro Lúcio recuperou sua posição de titular no São Paulo . Depois de ter atuado ao lado dos reservas na rodada passada, o pentacampeão será mantido no time principal, nesta quarta, chegando ao fim o ‘castigo’ dado pelo treinador ao atleta.

Deixe o seu recado e comente esta notícia com outros torcedores

Lúcio vai voltar a ser titular do São Paulo
Djalma Vassão/Gazeta Press
Lúcio vai voltar a ser titular do São Paulo

O jogador perdeu espaço no elenco depois ter se rebelado por ter sido substituído na partida contra o Arsenal de Sarandí, na Argentina. Apesar de ter tirado o atleta da equipe depois do episódio, Ney Franco alegou que todas as decisões foram tomadas por questões técnicas.

Leia mais: Ceni e Luis Fabiano não treinam e estão fora da partida contra a Barbarense

"A volta do Lúcio está em cima do desempenho dele no último jogo. Este é o critério, porque ele jogou bem e estava totalmente envolvido com o trabalho", afirmou o treinador, satisfeito com a atuação do atleta contra o Botafogo-SP.

Lúcio havia perdido o posto para Edson Silva, que volta agora a ser reserva. Ney Franco explicou que o caso de indisciplina já está superado e não será mais comentado no CT da Barra Funda.

"Ele esperou o momento de voltar e vai para mais um jogo como titular, pois teve um papel de liderança no grupo no último jogo, mesmo não sendo capitão, com envolvimento muito grande no projeto. Aquilo é passado, essa é a nossa fala hoje. Temos uma temporada desgastante, com muito compromisso e o Lúcio vai nos ajudar", acrescentou.

Apesar de justificar a mudança citando o desempenho do jogador, o treinador reconheceu que o caso na Argentina gerou desconforto na época, motivando até uma conversa mais dura nos bastidores.

"Depois do episódio, fizemos uma reunião com todos e coloquei alguns posicionamentos em relação a mudanças na parte técnica e de comportamento. Fiz cobranças. Depois, o atleta pediu para conversar comigo e ajustamos tudo. A não utilização dele depois é porque estava pendurado com três cartões e quem o substituiu foi bem", completou.

Ao retornar ao time contra o União Barbarense, Lúcio praticamente se garante também para a partida decisiva contra o Atlético-MG, no dia 17, pela Copa Libertadores da América. Neste retorno, o pentacampeão volta a atuar na direita da zaga, deslocando Rafael Toloi novamente para a esquerda.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.