Tamanho do texto

Meia argentino não criticou a bola da competição e falou sobre a importância de vencer por dois gols de diferença para eliminar o jogo de volta contra o Flamengo-PI

Montillo abriu o placar para o Santos contra o Guarani na Vila Belmiro
Guilherme Dionízio/Gazeta Press
Montillo abriu o placar para o Santos contra o Guarani na Vila Belmiro

O Santos inicia diante do Flamengo-PI, nesta quarta-feira, às 22 horas (horário de Brasília), no Estádio Albertão, a sua trajetória na Copa do Brasil. Nos últimos dias, visando se adaptar à bola da competição nacional, o elenco do Peixe treinou com o material em questão. Porém, o meia Montillo garantiu que não vê nenhum problema na bola escolhida para a disputa da Copa do Brasil.

Deixe o seu recado e comente esta notícia com outros torcedores

"É a mesma que a gente joga no Brasileiro, não muda muita coisa. Não tem dificuldade nenhuma. A bola é redonda", brincou o camisa 10 santista.

Sobre o confronto com a equipe nordestina, Montillo destacou que a intenção é conquistar a vitória, independentemente de consegui-la por dois ou mais gols de diferença, o que daria aos alvinegros à classificação direta a segunda fase do torneio nacional.

"A ideia é sempre essa (definir na primeira partida), mas sabemos que do outro lado temos colegas que estão trabalhando, também. Então, a gente não pode falar que o Santos vai classificar direto. Precisamos respeitá-los, afinal eles estarão jogando em casa. Esperamos trazer um bom resultado (de Teresina)", concluiu.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.