Tamanho do texto

Após balançar a rede em cobrança de falta, fazendo seu primeiro gol com a camisa tricolor, o zagueiro fez questão de abraçar os colegas e o treinador no banco

Reserva desde que reclamou de substituição de Ney Franco, Lúcio foi quem abriu o caminho da vitória do São Paulo sobre o Botafogo, neste domingo, dia em que o grupo principal foi poupado. Após balançar a rede em cobrança de falta, fazendo seu primeiro gol com a camisa tricolor, o zagueiro fez questão de abraçar os colegas e o treinador no banco de reservas.

Leia mais: São Paulo vence e dispara na liderança do Paulistão

A atitude, segundo ele, é uma mostra de que não há nenhum problema interno. "O grupo está unido. O que é passado fica para trás, tem que olhar para frente. São novos objetivos, novos jogos. Um grupo se forma assim. Há momentos difíceis, mas está tudo em paz", disse o jogador.

"Abracei todo mundo ali. Foi meu primeiro gol pelo São Paulo, e eu estou super feliz. Todos os jogadores estão se falando, se apoiando. O ambiente já estava muito bom antes deste jogo, e essa vitória veio coroar o trabalho", emendou.

O gol saiu quando o São Paulo tinha um jogador a mais, mas pouco ameaçava a meta de Rafael. O goleiro, a propósito, falhou na cobrança de falta de Lúcio, aceitando chute rasteiro no meio do gol. Perguntado sobre o lance, o são-paulino lembrou que é batedor desde quando atuava no futebol europeu.

"Quem acompanha um pouco meu futebol sabe que, na Alemanha, não foi só um gol, foram vários gols. Volta e meia, costumo bater falta e fazer gol. O importante é fazer bem meu trabalho e ajudar a equipe. Esse é o meu trabalho", concluiu o defensor.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.