Tamanho do texto

Ele e um amigo assinaram um termo circunstanciado por "desacato, resistência e por dirigir sem habilitação" e foram liberados

O atacante Jóbson, do São Caetano, envolveu-se em mais uma polêmica: na madrugada desta segunda-feira, o jogador foi preso após tentar escapar de uma blitz policial e xingar as autoridades. Levado à delegacia, o atleta, que confirmou estar alcoolizado, estava acompanhado de um amigo.

E mais: Acusado de agredir a mulher, atacante Jóbson é detido pela polícia

De acordo com informações da TV Record , Jóbson pediu para que o amigo dirigisse o seu veículo, avaliado em R$ 160 mil, mesmo sem habilitação. Ao se aproximar de uma blitz, em São Caetano do Sul, o condutor acelerou, mas não conseguiu se livrar dos policiais.

Ao saber que seria encaminhado à delegacia, Jóbson se irritou e desacatou os policiais. Já na DP, ele e o amigo assinaram um termo circunstanciado por "desacato, resistência e por dirigir sem habilitação" e foram liberados. A reapresentação do Azulão está marcada para as 15 horas (de Brasília).

Em março, Jóbson também se envolveu com policiais depois de ser acusado de agredir sua mulher, Thayne Bárbara, com quem tem um filho de dois anos. Com um corte no braço, o jogador foi impedido de se aproximar do ex-cônjuge.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.