Tamanho do texto

Depois de ter ido para o banco de reservas sem receber explicações do treinador, lateral direito só pensa em evoluir

Ayrton foi elogiado por Gilson Kleina pelas atuações contra Linense e Tigre
Gazeta Press
Ayrton foi elogiado por Gilson Kleina pelas atuações contra Linense e Tigre

Contratado ainda com aval de Luiz Felipe Scolari, Ayrton foi titular nos seis primeiros jogos do Palmeiras no ano e passou as 12 partidas seguintes na reserva. Gilson Kleina não explicou a razão do período sem chances, assim como não disse por que o lateral direito voltou a ser titular nos dois últimos compromissos. E o jogador não se incomoda com isso.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

"Ele não falou nada, e também não questionei. Em momento algum fui até ele, não cabe a mim perguntar. É papel do treinador saber a hora que tem que tirar e pôr o jogador de volta", conformou-se o camisa 2, elogiado por suas atuações contra Linense e Tigre. "Nesses jogos, pude dar o meu melhor, mas sei que ainda tenho muito a melhorar."

Veja também: Sem saber quem joga, Palmeiras se contenta em empatar com a Ponte

A consciência de que sempre é necessário evoluir passa a ser o único discurso do ex-atleta do Coritiba, que já tinha ficado na reserva de Wendel, volante de origem, até chegar a não ser nem relacionado depois da contratação de Weldinho. O lateral direito que era quarta opção na função no Corinthians, porém, não convenceu mesmo com seguidas oportunidades.  Só coube a Ayrton esperar a sua vez de novo.

Leia também:  Prass diz que afastou família dos estádios após confusão com Mancha

"A minha parte é trabalhar forte, em campo, e buscar meu espaço, estando sempre à disposição. Trabalho sempre com o objetivo e o foco de ajudar a equipe. Fiquei um período fora por opção do treinador, mas nunca desanimei. E agora estou feliz", sorriu.

Nascido em uma família de palmeirenses de Piracicaba, o lateral direito passou a retomar a confiança de seu técnico quando jogou como meia, no sábado, em uma equipe cheia de reservas que venceu o Linense no Pacaembu. Ciente de suas dificuldades na marcação, Ayrton não se importa se jogar em outra função.

"Estou trabalhando forte sempre para poder ajudar o Palmeiras, que me recebeu muito bem. Independentemente da posição, estou aqui para dar o meu melhor. Sempre que precisarem, podem contar comigo. Estou aqui para jogar", avisou.

* Com Gazeta Esportiva

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.