Tamanho do texto

Atacante santista será uma das atrações no amistoso beneficente em favor da família do torcedor boliviano morto no jogo San José x Corinthians, pela Libertadores


O amistoso da seleção brasileira contra a Bolívia será dedicado ao torcedor Kevin Beltrán Espada, morto em jogo da Copa Libertadores, entre San José e Corinthians. No papel de astro da equipe convocada por Luiz Felipe Scolari, Neymar espera dar sua contribuição no jogo beneficente.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

"É triste. Foi uma coisa que ninguém gosta que aconteça, pior ainda para a família. Estamos indo para ver se podemos ajudar de alguma forma", afirmou o craque do Santos, antes do embarque no Aeroporto de Congonhas, no meio da tarde desta sexta-feira.

Veja também: Fã de Alexandre Pato, Kevin era goleiro e fez desenho da camisa da seleção

O amistoso foi agendado pela Confederação Brasileira de Futebol depois da tragédia em Oruro, onde Kevin Estrada morreu ao ser atingido por um sinalizador pela Libertadores, no confronto entre San José x Corinthians.

A CBF deixará toda a renda da partida para a Federação Boliviana de Futebol, que terá o poder de decidir quanto será destinado à família do torcedor, que tinha 14 anos. A indefinição em relação à porcentagem deixou os pais do garoto insatisfeitos.

Leia também: “Esquecido” pela FBF, pai de Kevin não deve ir a amistoso com Brasil

Sem se envolver ao que acontece nos bastidores, Neymar sabe que terá mais uma oportunidade como titular do Brasil e quer corresponder, a pouco mais de dois meses da Copa das Confederações.

"Estamos indo representar a seleção brasileira e temos de jogar da melhor forma possível", completou o atacante, presença constante nas listas de Felipão. Os jogadores dos times paulistas embarcaram nesta sexta para o Rio de Janeiro, de onde partirá a delegação completa para a Bolívia. O amistoso está agendado para este sábado, às 16h30 (de Brasília), em Santa Cruz de la Sierra.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.