Tamanho do texto

Ronaldinho Gaúcho, na seleção brasileira, será desfalque neste fim de semana e o armador espera chance de Cuca

O técnico Cuca terá que fazer mudanças na equipe do Atlético-MG , que enfrenta o Boa Esporte, domingo, no estádio Independência. Tardelli e Bernard estão lesionados e fora do jogo, já o armador Ronaldinho e o zagueiro Réver servem a Seleção Brasileira e também não vão atuar contra a Coruja do Sul de Minas.

Deixe o seu recado e comente esta notícia com outros torcedores

Morais, meia do Atlético-MG
Flickr/Atlético Mineiro
Morais, meia do Atlético-MG

Com tantos problemas, o armador Morais espera ter uma chance entre os titulares. “Se aparecer a oportunidade preciso estar bem. Venho treinando todos os dias, tendo paciência, sabendo que tem muitos jogadores na minha posição vivendo bom momento. Mas estou sempre trabalhando para estar à disposição do treinador quando precisar”, declarou.

Morais chegou ao Galo no início da temporada, mas um contusão tirou o jogador de combate, dificultando a possibilidade do atleta brigar por uma chance entre os titulares do Galo. Recuperado, o armador quer aproveitar cada minuto dentro de campo para provar que tem condições de fazer parte do elenco alvinegro.

“Acho que qualquer oportunidade que tiver, cinco, dez minutos, tem que estar consciente de dar o melhor. Procurar ir bem para ser sempre ser lembrado pelo treinador, ter a chance de estar no banco de reservas da Libertadores. E o Campeonato Mineiro serve para mostrar isso ao treinador, também. Espero sempre ajudar”, disse Morais, que elogia o grupo de jogadores do Atlético-MG.

“O elenco tem muitos jogadores. Do meio para o ataque tem mais ainda. Temos que nos respeitar. Contra o Arsenal eu não estava no banco, mas entraram nada menos que Araújo, Alecsandro e Rosinei. Ainda tinha o Guilherme para entrar. Tem que respeitar e procurar aproveitar as oportunidades quando vierem”, concluiu.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.