Tamanho do texto

Atual campeão europeu encaminha classificação ao fazer 3 a 1 nos russos em Londres

Torres, de máscara, marcou duas vezes na vitória do Chelsea
Alastair Grant/AP
Torres, de máscara, marcou duas vezes na vitória do Chelsea

Com dois gols do espanhol Fernando Torres, o Chelsea venceu o Rubin Kazan, no Stamford Bridge, por 3 a 1, no jogo de ida das quartas de final da Liga Europa. O outro gol dos ingleses foi marcado pelo nigeriano Victor Moses. Bibras Natcho, de pênalti, diminuiu para os russos.

Deixe seu comentário para esta partida. Quem fará a semifinal da Liga Europa?

As duas equipes voltam a se enfrentar na próxima quinta-feira (11), no estádio Lujniki, em Moscou. O Chelsea pode até perder por um gol de diferença para garantir vaga na semifinal da competição.

Leia mais: Fenerbahce derrota a Lazio, e Benfica sai em vantagem diante do Newcastle

O jogo
A partida começou equilibrada, com as duas equipes buscando o ataque. A primeira chance de gol foi criada pelo Rubin Kazan, aos 8 minutos, em chute de longe de Eremenko, que passou ao lado do gol defendido por Petr Cech. Dois minutos depois, o Chelsea respondeu e quase abriu o placar. Após boa jogada individual, Mata cruzou para Fernando Torres, que não conseguiu alcançar a bola. No rebote, o chute de Ramires passou por cima do gol, com perigo.

A jogada que originou o primeiro gol da partida saiu dos pés de um brasileiro. Aos 16 minutos, o zagueiro David Luiz lançou Fernando Torres, que ganhou a dividida com dois defensores do time russo e marcou o gol do Chelsea.

Moses fez o segundo gol do Chelsea contra o Rubin
Alastair Grant/AP
Moses fez o segundo gol do Chelsea contra o Rubin

Quatro minutos mais tarde, a equipe visitante tentou responder. Natcho arriscou forte chute de fora da área, e obrigou Petr Cech a fazer boa defesa para salvar o Chelsea. Passado o susto, o time inglês começou a administrar o resultado e a valorizar a posse de bola, esperando o momento certo para finalizar. E este momento apareceu aos 32 minutos. Depois de cruzamento na área, Ramires cabeceou e o goleiro Ryzhikov defendeu. No rebote, o nigeriano Victor Moses, na entrada da área, acertou o ângulo em um belo chute, marcando o segundo do Chelsea.

O Rubin Kazan diminui o placar aos 41 minutos da segunda etapa. O árbitro viu intenção em toque da bola na mão de Terry, e marcou pênalti. Na cobrança, o israelense Bibras Natcho chutou no alto, sem chances para Cech.

O Chelsea voltou para a segunda etapa disposto a definir o jogo. Aos quatro minutos, Moses tocou para Mata, que chutou cruzado, para ótima defesa de Ryzhikov. No rebote, Terry quase marcou. 10 minutos depois, o mesmo Terry quase marcou de cabeça, aproveitando cobrança de escanteio.

O Rubin Kazan respondeu aos 19. Lampard e Ramires falharam na marcação, e Rondón finalizou para defesa de Cech, que espalmou a bola.

A equipe da casa chegou ao terceiro gol aos 25 minutos. Mata acertou cruzamento da esquerda, e Fernando Torres, de cabeça, cabeceou para o gol.

Gylfi Sigurdsson garantiu o empate para o Tottenham em Londres
Matt Dunham/AP
Gylfi Sigurdsson garantiu o empate para o Tottenham em Londres

Tottenham toma susto, mas consegue buscar empate por 2 a 2 contra o Basel

Na outra partida realizada em Londres, o Tottenham viu sua classificação seriamente ameaçada com os 2 a 0 abertos pelo Basel-SUI. Mas a equipe inglesa conseguiu reagir, e empatou a partida. Valentin Stocker e Fabian Frei fizeram os gols do Basel, no primeiro tempo. O Tottenham diminui com Adebayor, ainda na primeira etapa, e empatou com Sigurdson, que acertou um belo chute de fora da área, no início do segundo tempo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.