Tamanho do texto

Com exceção do Atlético-MG, que garantiu vaga por antecipação, os outros clubes brasileiros ainda lutam pela classificação

A partir desta terça-feira, os clubes brasileiros vão disputar partidas decisivas na Copa Libertadores. Após quatro rodadas (o Palmeiras é o único brasileiro que ainda tem três jogos), as contas começam a ser feitas para conhecer o que os clubes brasileiros precisam fazer para avançar às oitavas do torneio. Com exceção do Atlético-MG, que garantiu vaga por antecipação, os outros brasileiros ainda lutam pela classificação.

Veja o que cada clube precisa fazer para atingir suas metas na fase de grupo:

Palmeiras disputa partida decisiva contra o Tigre
FERNANDO DANTAS / Gazeta Press
Palmeiras disputa partida decisiva contra o Tigre

Palmeiras:

Com apenas três pontos conquistados em três partidas, o clube do Palestra Itália ocupa a terceira colocação do Grupo 2. Apesar do aproveitamento ruim, a equipe de Gilson Kleina pode terminar a rodada na segunda colocação. Em caso de vitória contra o Tigre, nesta terça-feira, no Pacaembu, o Palmeiras vai superar o Sporting Cristal. O time peruano já disputou quatro jogos e conquistou cinco pontos. Depois dos argentinos, o Palmeiras recebe o Libertad, no dia 11, e encerra sua participação contra o Sporting Cristal, em Lima, dia 18.

São Paulo:

Apesar de ocupar a segunda colocação do Grupo 3, a situação do São Paulo na Copa Libertadores é delicada. Em quatro jogos, o time de Ney Franco conquistou apenas quatro pontos. De quebra, em caso de derrota contra o Strongest, nesta quinta-feira, o clube do Morumbi corre o risco de ser eliminado mesmo se vencer o Atlético-MG na última rodada. Superar a altitude de La Paz será fundamental para o futuro do São Paulo na competição.

Corinthians precisa conquista uma vitória para carimbar a vaga
DJALMA VASSÃO / Gazeta Press
Corinthians precisa conquista uma vitória para carimbar a vaga

Corinthians:

Após quatro partidas, o atual campeão da competição soma sete pontos e ocupa a segunda colocação do Grupo 5. Faltando duas rodadas, o time do Parque São Jorge precisa conquistar uma vitória para assegurar a vaga. O próximo será contra o Millonarios, dia 3, em Bogotá. Enfrenta ainda o San José, dia 10, no Pacaembu. A situação do Corinthians é confortável já que tem três pontos de vantagem para o San José, terceiro colocado e enfrenta a equipe de Oruro no Pacaembu na última rodada. O Millonarios tem três derrotas em quatro jogos.

Atlético-MG:

Com 100% de aproveitamento em quatro jogos, o Atlético-MG foi a primeira equipe a garantir classificação nas oitavas de final. A meta agora é confirmar a melhor campanha desta fase. Para isso precisa de uma vitória e um empate nos dois jogos que ainda vai disputar: contra o Arsenal, nesta quarta-feira, em Belo Horizonte, e contra o São Paulo no dia 17, no Morumbi. O único time que pode chegar aos 16 pontos neste momento é o Real Garcilaso, do Peru, que tem sete pontos em três jogos do Grupo 6.

O Grêmio ocupa a segunda colocação do Grupo 8
Edu Andrade/Gazeta Press
O Grêmio ocupa a segunda colocação do Grupo 8

Grêmio:

A derrota para o Caracas na última rodada obriga a equipe a não vacilar no seu último jogo como mandante, no dia 10, contra o Fluminense. Derrota do Grêmio em Porto Alegre combinada à vitória do Caracas contra o Huachipato dá chance de Fluminense e Caracas se enfrentarem na última rodada precisando apenas de um empate para ambos avançarem.

Fluminense:

O atual campeão brasileiro se complicou nos jogos em casa e somou apenas um ponto como mandante. Para avançar sem sustos basta manter a boa performance como visitante (são duas vitórias) e devolver a derrota sofrida para o Grêmio. O Fluminense lidera a chave com sete pontos, mas derrota contra rival gaúcho, vice com seis pontos, pode complicar já que o Caracas, também com seis, recebe o Huachipato na Venezuela.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.