Tamanho do texto

Zagueiro corintiano vem se firmando como titular do time e foi elogiado novamente pelo técnico Tite

O zagueiro Gil ganhou status de titular absoluto do Corinthians. Com mais uma boa atuação, desta vez na vitória por 2 a 1 sobre o São Paulo, no domingo, no Morumbi, o jogador voltou a ser elogiado publicamente pelo técnico Tite.

Deixe o seu recado e comente esta notícia com outros torcedores

Gil vem ganhando espaço como titular do Corinthians
Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians
Gil vem ganhando espaço como titular do Corinthians

"Isso é fruto do trabalho do grupo, que me acolheu muito bem. Quero dar continuidade e manter os pés no chão. Com simplicidade, vou conseguindo coisas maiores", discursou Gil, que sempre adota um discurso humilde, repleto de frases prontas, em suas entrevistas.

A postura de Gil tem agradado. Tite lembrou que o jogador fez por merecer uma sequência de jogos como titular. O fato de o campeão mundial Chicão passar por uma artroscopia no joelho esquerdo no início do ano colaborou para o atleta vindo do Valenciennes, da França, adquirir ainda mais espaço no Corinthians."Meço os desempenhos dos atletas no momento. O Chicão ficou bastante tempo correndo sozinho e deve esperar a sua hora. Se fosse só pelo lado do coração, eu escalaria até hoje a equipe campeã brasileira de 2011, inclusive com o Liedson. Mas as mudanças acontecem até quando, infelizmente, perdemos atletas", comentou Tite.

Gil retribuiu os elogios do comandante. Para o defensor, Tite foi um dos grandes responsáveis pela vitória sobre o São Paulo. "A gente manteve os pés no chão, exatamente como o professor pede. Marcamos como ele queria, com todo o mundo contribuindo. Soubemos ser pacientes para esperar o momento certo e fazer o resultado", disse.

Jorge Henrique espera chance
Chicão não é o único titular do time campeão mundial no ano passado que passou a ser menos utilizado em 2013. O atacante Jorge Henrique é mais um que virou reserva na nova equipe de Tite.

"Estou esperando a minha oportunidade, tentando fazer o meu melhor quando entro. Aos pouquinhos, vou retornando à equipe. Se tiver mais chances, estou preparado para corresponder", concluiu Jorge Henrique.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.